segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Menos Verdini, bem menos...

Tem cara que é macaco velho no futebol e não aprende certas coisas. Olho no relógio do meu Windows 95 e vejo que são 11:45hs. E lá no portal da poderosa ainda repercute a manchete com a frase do Verdini, nosso técnico do Sub-23, após o jogo de sábado "não morreu ninguém" segundo ele.

Tanso, deu pano pra manga. Deixou claro que a derrota não importa. Importa sim Verdini, era o Avaí em campo, somos um dos últimos colocados depois da primeira rodada e na tabela os 3 pontos foram pra Chapecoense. Quando tivermos que ir ao Índio Condá no segundo turno, jogar no estádio que foi liberado a toque de caixa, com gramado sabe-se lá em que condições, com um calor infernal e com torcida hostil não será você que estará no banco. Além disso a vitória lá vira obrigação desde já.

Estou pegando muito pesado? Não. Interino deveria ser proibido de falar. Porque interino está ali de passagem, sem compromisso, fazendo testes, na tranquilidade. Resta a ele colocar a turma pra correr na quarta-feira cobrando a vitória. Abandonar assim o 1º turno do campeonato vai contra nossa intenção de ganhar o tricampeonato.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.