quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

O problema é o planejamento?

Tem-se criticado muito o planejamento do Avaí para o início do Catarinense 2011, porém pouco se fala do que foi feito no torneio do último ano. Naquela ocasião um time de garotos (Renan, Thiesen, Gustavo, Medina, Branca, Rafael Costa, entre outros) iniciou a competição contra o Brusque, vencendo a partida.

Quando a equipe principal entrou em campo, o time de garotos havia conquistado sete pontos em três jogos; deixando o torneio de forma invicta. Todos esses pontos, de nada adiantaram, pois mesmo chegando à final do turno da competição, um gol restando quatro segundos para o final da partida fez com que a caminhada fosse iniciada do zero no segundo-turno.

A fórmula maluca que apresenta o Catarinense, a qual possibilita um time futuramente rebaixado classificar-se para as finais de um turno, não exige do clube força máxima no início da disputa.

Gostaria de lembrar também o ano de 2009, quando tivemos a melhor equipe Catarinense da história em campeonatos brasileiros. Optou-se por iniciar a competição com todos os titulares. Afinal, a base vitoriosa de 2008 havia sido mantida. O resultado foi muito aquém do esperado. No primeiro turno terminamos  apenas na sétima colocação.

É evidente que seria muito mais tranquilo ter iniciado o ano com pelo menos uma vitória e um empate. Como já foi dito antes, futebol é resultado. Mas, pensando na sequencia da competição, há ainda muito caminho a ser trilhado por todas as equipes e não se pode neste momento apontar favoritos com base nos dois primeiros jogos.

Quem mais perde são os jogadores que usufruíram sua enésima oportunidade e nada demonstraram. Sequer raça e disposição foi observado como características. Conforme feito no time profissional do ano passado, é hora de separar o joio do trigo e seguir a diante.

7 comentários:

  1. Rafael Xavier dos Passos20 de janeiro de 2011 11:29

    Concordo com o que você falou. Não é nenhum fim do mundo perder dois jogos no estadual.

    Só queria saber quantas chances o Rafael Costa precisa para provar à diretoria que não tem condições de jogar em um time de série A? Aliás, nem de série B, C ou D.

    É isso que irrita o torcedor. Tá na cara que alguns daquele grupo não podem ficar. A maioria já passou dos 21, 22 anos e não tem mais de onde tirar evolução.

    Se fossem só garotos, a paciência seria maior.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Perder faz parte do futebol, agora da forma que foram os 2 jogos no "comando" do verdini. 180 minutos perdidos em camopo. O elenco desse sub-porcaria é muito superior em folha de pagamento que times como o concordia, metropolitano e outros, o que falta é um técnico de verdade pra essa piazada e mandar uns 3 ou 4 embora, né Rafael Costa, Thiesen, Gustavo...

    André Venson

    ResponderExcluir
  3. ou ganha, ou o tempo pode ficar feio na Ressacada...

    ResponderExcluir
  4. MATEMÁTICA DO AVAI:
    Planejamento EQUIVOCADO + Categoria de base FRACASSADA + Técnico FANFARRÃO e CEGO + TEIMOSIA da diretoria = LANTERNA DO CAMPEONATO!!!!!!!!!

    Planejamento EQUIVOCADO: Preferiram desgastar o time viajando para o RS do que usar os primeiros jogos para ajustar o time. Mesmo depois da primeira derrota em casa não mudaram o DESplanejamento… muito incompetentes

    Categoria de base FRACASSADA: Simples: ganhou o quê????????????? sem mais… Meu Deus o que é esse Gustavo? Rodrigo Thiesen? Cleiton? Branca? Renan? HORRÍVEL COMO SEMPRE!

    Técnico FANFARRÃO e CEGO: esse VERDini é fMUITO RUIM, aliás, se tem verde até no nome não podia ser coisa boa mesmo: HORRÍVEL!!! e cego… ACHA QUE A TORCIDA DO AVAI É CEGA QUE NEM ELE…

    TEIMOSIA da diretoria: Com um planejamento EQUIVOCADO DESDE O INÍCIO não reavaliaram e continuaram com essa besteira de viagem em busca de “adversários” no RS, podendo usar a Chapecoense e o Brusque para aperfeiçoar o time principal.

    SUGESTÃO: Ao invés de o Avai ficar investindo nesse grupo de derrotados que deixaram o Avai na lanterna, poderiam vender, emprestar ou até dar de graça para outros clubes e com o dinheiro do salário desses pernas-de-pau contratar pelo menos mais dois jogadores do porte do Marquinhos Santos. Pensem nisso!!

    ResponderExcluir
  5. Se quando o ALECS voltar, ele nao for o banco imediato do Ze carlos eu n entendo mais nada.

    ResponderExcluir
  6. Rogerio concordei com quase tudo, menos dizer que aqueles 4 pontos do inicio de 2010 com time da base não serviu pra quase nada, não esquece que a decisão final do campeonato é pra equipe que teve o melhor indice tecnico somando o turno e o returno e foi por isso que a decisão foi na ressacada, já parou para pensar que estes 2 jogos que o avai acabou de perde pontos pode ser os pontos que vão levar a decisão final do estadual pro scarpelixo?

    ResponderExcluir
  7. Não se pode, também, afirmar que o planejamento é errado porque o time reserva, de fato muito ruim, perdeu os dois jogos.
    Pelo jeito, se tivessemos tido duas vitórias o planejamento seria tido como espetacular.
    Inclusive, ao planejar desta maneira, logicamente, a diretoria considerou a possibilidade das derrotas, mas sabe-se que estas duas derrotas não são decisivas para o futuro do clube no estadual.
    Temos dois turnos para chegar entre os quatro primeiros.
    Lembre-se, ainda, que o fato de colocar o time titular nos dois primeiros jogos, não seria adequado para a preparação do time, que precisa de um trabalho dirigido, como tem sido feito.
    Logicamente, eu também não estou satisfeito com as derrotas e com o futebol apresentado, mas considero que ainda estamos no páreo.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.