domingo, 9 de janeiro de 2011

O que acho da possível contratação de Rafael Coelho?

Não vou ficar em cima do muro. Vejo a contratação dele com pontos negativos e positivos. É um atacante de pouca técnica, mas, como se diz na gíria do futebol: com cheiro de gol!

Tem velocidade, chuta forte, é oportunista e tem bom posicionamento. E com este bom posicionamento, apesar de não ser muito alto sempre faz alguns gols de cabeça.

É atacante talhado para jogar um campeonato aguerrido como o Catarinense. Sua pouca idade, 22 anos, nos mostra que é um atleta que pode crescer muito ainda como jogador.

Terá todo o campeonato catarinense para mostrar futebol e daí podemos dizer "serve" ou "não serve" para o Brasileirão.

Para terminar: está com muita vontade de jogar, foi pouco utilizado no Vasco e foi esnobado pelo time do estreito, que não mostrou interesse em repatriá-lo. Acho uma boa contratação. Já pensaram ele jogando o clássico, se mordendo de raiva, comendo a grama  para mostrar aos estreitenses seu valor?

2 comentários:

  1. De fato, existe um risco nesta contratação, se é que vai ser concretizada, de qualquer forma, se trata de um bom jogador, se tiver cabeça para suportar a pressão da torcida, vai bem.
    Neste tipo de situação, o cara tem que chegar chegando, sem deixar dúvidas que vai lutar como se tivesse nascido dentro da Ressacada.

    ResponderExcluir
  2. Boa analise Rogério,até agora eu não queria mas pensando dessa maneira......

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.