quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Era pra ser uma semana tranquila...

Avai x JEC e depois Barbies x Avai. Uma semana decisiva para o time e o Clube, não que ainda estejamos disputando uma vaga nas finais do turno, apesar das possibilidades matemáticas, mas com dois grandes jogos o grupo avaiano pode começar a mostrar seu verdadeiro potencial.

Mas daí vem o amadorismo e o jogo de vaidades...

Quando "Seu" Tullo iniciou o blog manteve a mesma postura da coluna do Jornal HoraSC, claro, com mais liberdade, lembram da chancela "sem censura" que aparecia no início do blog?

O termo "contra tudo e contra todos" era fartamente repetido. A ideia era a defesa incondicional do CLUBE, que ele tanto amava.

Ontem foi um dia desagradável para o clube, bem em uma semana importante, a questão Cássio. Já falei aqui ontem, copiei a reportagem do Infoesporte sobre o assunto e (não)aceitei a explicação de Mauro Galvão.
Ontem, em seu twitter, L.A. expôs seu descontentamento com a não apresentação de Cássio, chamou de desrespeito a história do jogador no clube e completou "se não quiserem me respeitar, tudo bem, mas ao menos respeitem a história do Cássio no Avaí".

L.A. tem razão, foi um desrespeito com o jogador, alguém discorda?

O título da postagem era pra ser "quando começa errado, termina mal". Mas eu teria umas 150 intermináveis linhas para escrever sobre este momento desagradável, muitas coisas para ponderar e etc. Então vou ser mais direto, mandando recado mesmo.

O ELITE, vai continuar em defesa do CLUBE. No ano passado tomei uma dura lição e vi qual é o limite desta defesa. O limite é enxergar a realidade, não ficar cego pela paixão ou por amizade as pessoas, o Avaí ainda é maior que todos.

Hoje é 02 de fevereiro, já é hora de aparar arestas e definir limites aos comandantes avaianos. Se tivermos alas dentro do clube não venceremos o Catarinense, faremos um ridículo papel na Copa do Brasil e com toda a certeza seremos rebaixados no Brasileirão.

Isso tudo no ano, daí é minha modesta opinião, em que formamos o melhor grupo de jogadores de nossa história. E a tendência é até o Brasileirão agregar mais alguns bons jogadores.
Ajeitem as coisas, antes que seja tarde demais.

Ah, e não acordei de mal humor não, acordei foi com vontade de ajudar o Avaí, como todos os dias acontece.

7 comentários:

  1. Concordo.
    É muita campanha .... contra o Benazzi, contra a não apresentação do Cássio, contra isso e contra aquilo ... que coisa mais chata.
    Vamos parar de dar ouvidos a essas baboseiras ... o AVAI acima de tudo e de todos.
    Vamos remar para o esmo lado.

    ResponderExcluir
  2. limite é enxergar a realidade, não ficar cego pela paixão ou por amizade as pessoas, o Avaí ainda é maior que todos.

    fico feliz que estas assim rogério, como sempre deveria ter sido. parabéns...

    qto ao anonimo ali de cima...poe o nome o mané. como anonimo fica facil.

    abç
    marcelo

    ResponderExcluir
  3. Acho que todos que postam comentários criticando algo é porque querem o bem do AVAÍ.

    Muitas vezes não se tem idéia do que está acontecendo internamente no clube. Quem veicula notícias são JORNAIS e BLOGS.

    Agora tudo o que está sendo veiculado, aparenta estar ERRADO.

    O que estamos vendo desde o ano passado:

    - afastamento do torcedor do estádio;
    muitos pedem maior transparência (ex: se falaram que o plano de sócios do ano passado foi bom, pq então no expor realmente os números e provar que foi bom e que quem está dizendo outra coisa está errado e o clube está correto em sua estratégia?)

    - Categorias de Base: não ganhou nada! não revelou ninguém! o que é veiculado ? Que os gestores desta área (Trupe do rio) assumem esse ano a categoria profissional, o que esperar? O que estamos vendo diariamente (asneiras e mais asneiras) Se estão fazendo um bom papel, não está sendo passado ao seu torcedor isso.

    - Contratações (esse ano foram feitas contratações que no meu ponto de vista são interessantes: Fabiano, Marquinhos, Michel alves (novo pode ser realmente uma esperança), porém vieram casos que ninguém esperava e se perguntar ninguém consegue entender: Renovações (rafa costa, benazzi)

    - Como é que o clube alega socializar os custos com o seu torcedor mas na hora que pode aproveitar e sair sem ter mais prejuízos do que já tem, enxugar a folha mensal de pagamentos, vem umas alegações esdrúxulas como essas?

    - O que é passado ao torcedor, a mim, é o que estamos vendo realmente (má gestão, má vontade de olhar o torcedor e ver que suas opiniões não estão nem aos pés de serem ouvidas)

    - O clube tem alguém que preside, certo? tem seu conselho e sua estrutura. Mas viver em constantes erros e nem sequer se mexer para tentar enxergar por outro ângulo é muito estranho.

    Esses tempos ouvi uma entrevista que o Zunino quer implantar o ISO no Avaí. Poxa que maravilha escutar isso, mas se perguntar do que se trata aos funcionários acho que a maioria não sabe o que é. Que para se ter uma ISO, não é qualquer EMPRESA que consegue. É seguir padrões, normas ao pé da letra, coisa que não vemos acontecer realmente.

    - Área de marketing do clube, qual a grande proposta que vimos acontecer? O que de receita a área do clube conseguiu captar para o AVAÍ?

    - O que vimos de excelência e isso ninguém discorda? Dona Nesi, esta sim está constantemente vinculando a IMAGEM DO AVAÍ com a SOCIEDADE, lembra o seu TORCEDOR, que esbanja AMOR pelo clube.

    Acredito que tem que unir forças e tentar passar a quem interessa o que realmente queremos para o AVAÍ. Que possamos ser realmente escutados, entendidos e mostrado de fato que não está condizente ou a outra "idéia" é melhor por tais razões.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Rogério

    Infelizmente o Presidente está deixando as coisas correrem, pois dar ao seu filhinho mimado e sua gangue de despreparados o controle do futebol do Avaí!!! O resultado é isso, VERGONHA, BAGUNÇA, AMADORISMO!! O QUE FIZERAM COM O CÁSSIO É UMA VERGONHA!!!

    ResponderExcluir
  5. Começa-se a não remar para o mesmo lado no momento em que postergamos mudanças necessárias e fechamos os olhos para aquilo que venha a nos derrubar no futuro.
    A saída, o quanto antes, do projeto de técnico, Benazzi, é imprescindível, bem como a expulsão deste grupelho carioca que tenta dominar nosso clube, passando por cima das nossas tradições e achincalhando o bom nome do Avaí - pondo em risco iminente o projeto de consolidação avaiano na elite do futebol brasileiro.
    A postura de blindar os comandantes do clube, encarregados pelas tomadas de decisão, é no mínimo irresponsável, servindo não a proteção, mas a debilidade do nosso Leão da Ilha. O dia em que os "bombeiros" se derem conta do deserviço que prestam, quem sabe os verdadeiros e devidos interesses comecem a ser respeitados e defendidos.

    Artur Teixeira - sócio e avaiano desde 1985

    ResponderExcluir
  6. "O limite é enxergar a realidade, não ficar cego pela paixão ou por amizade as pessoas, o Avaí ainda é maior que todos".

    Finalmente leio uma frase aqui durante a tua gestão que me agrada, e muito.

    O problmea atual no Avaí é a omissão do nosso Presidente, verdade seja dita, deixar o filho dele e os amigos cariocas "brincar de futebol" na Ressacada é absurdo.

    Fábio Araújo, Parreira e aquele outro cidadão que esqueci o nome estão no Avaí por indicação de Gabriel Zunino, o mesmo que indicou o veterano Sávio pro time e que faliu todos os negócios que o pai abriu pra ele.

    Zunino está sendo conivente com essa palhaçada e isso se reflete em campo, Mauro GAlvão é o homem certo para comandar o futebol do Avaí e não essa cariocada que fura fila do camarote, veste soemnte preto e verde e ainda fala mal do Avaí quando não estão na Ressacada.

    A omissão do nosso Presidente nos custará muito caro.

    Abs

    ResponderExcluir
  7. Que bom que o erro foi reconhecido. E agora, o erro não foi da RBS, foi do Avaí mesmo. O clube deixa essas brechas e depois reclama que a imprensa pega no pé.

    Abraços

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.