sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Eu quero é novidade

O povo tem memória curta. O torcedor de futebol, mais curta ainda. Ontem choveram críticas à entrevista pós-jogo de Benazzi.

O treinador confessou que não fez nenhum treino tático desde que chegou à Ressacada. Todo mundo ficou chocado, achando um absurdo.

Ora, não é novidade alguma. Benazzi nunca foi adepto deste tipo de coisa, é técnico de rachão e coletivo.

Isso é ruim? Claro que é. O Avaí tem um grupo qualificado e que sabe assimilar variações táticas. Agora não vão querer que Benazzi depois de 50 anos mude, ele não vai mudar.

Quem o contratou já o conhecia e sabia do seu "jeitão". Agora, é segurar até onde der e começar a pensar em um plano "B".

4 comentários:

  1. A gente tem notado isso dentro de campo, porque não se vê o time atuando com conjunto, com os jogadores jogando, também, sem a bola. É um amontoado de jogadores e, certamente, com esse estilo de jogo não chegaremos a lugar nenhum.

    ResponderExcluir
  2. Já ta chata essa campanha pra derrubar o cara, deixa o homem trabalhar pow!

    ResponderExcluir
  3. André, não tem campanha não, pelo menos da minha parte, mas não vou deixar de criticá-lo.

    abraço

    Rogério

    ResponderExcluir
  4. André, só não reclama quem está satisfeito com a situação. Explica qual é a tua, pow! O time dentro de campo é um amontoado sem comando, a principal atitude do homem é sempre recuar e está na vice lanterna. Temos mais é que fazer campamha sim. Estou até sugerindo uma passeata (como aquela feita até ao remendão no clássico) à Ressacada para exigir a cabeça do homem. Se não resolvermos isso em até 5 dias vamos atropelar todo o campeonato. Anota pra não esquecer. - Roberto Costa

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.