sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Isso que me chateia (tem outras coisas também)

Minha eterna briga com a imprensa da Capital...

Uma coisa que me chateia é não poder acreditar na análise de nossos comentaristas e narradores das rádios da Capital. Em certas ocasiões é inevitável ouvi-los. Por exemplo, quando o jogo é fora de casa e vocês está o carro, ou em um local ermo, sem internet, daí tem que recorrer ao velho radinho.

Quarta-feira o Elite fez um link para a Rádio Guarujá no blog, só pra facilitar a alguns internautas, que podiam ler as postagens e escutar o jogo ao mesmo tempo...

Pois para o narrador Paulo Branchi (que sempre dá razão em ser chamado de "Preto e Branchi") não fez uma única observação à má arbitragem da partida.

Eu, aliás, estou julgando o árbitro sem ter visto a partida, pois há tempos não via o time do Avaí ir para o intervalo de jogo com todos os jogadores reclamando de uma arbitragem.

Outro exemplo foi no ano passado, quando em um jogo do Avaí, no Brasileirão, fora de casa, um dos melhores jogadores do Avaí em campo era "malhado" pela rádio, pois estava substituindo um jogador "amiguinho" do comentarista.

Uma tremenda falta de profissionalismo. Pior que tudo isso é ter que ver os jogos pela TV, com imagens, replay's e toda a tecnologia permitida no futebol de hoje e alguns comentaristas já meios "gagás" não conseguirem opinar de forma acertada mesmo depois de rever as jogadas duvidosas dezenas de vezes.

O futebol da Capital cresceu, os dois clubes cresceram, se profissionalizaram e figuram no cenário nacional, no entanto a imprensa não melhorou a qualidade.

E não falo só da turma que não estudou não, os que fizeram faculdade e que até aula ministram também são ruins de doer, além de não saberem nada de futebol, são bem anti-éticos também. Quem quiser que vista a carapuça.

Um comentário:

  1. Rogério,
    Ouvi o jogo pela Regional FM para fugir das duas emissoras que ninguém atura mais. Tirante algumas bobagens como narrar o jogo sem (quase) falar o nome dos jogadores e a montoeira de textos comerciais até que deu pra quebrar o galho. Mas o galho quebrou de vez quando o Reizinho começou a comentar. Pelamordedeus! Envelhece e não aprende. O pior é que parece fica irritado com o time do Avaí e critica de forma raivosa, nervosinho. No final coroou suas frases feitas com esta pérola: "o Avaí precisa contratar uns 5 ou 6 porque se pegar pela frente um time melhorzinho vai ficar difícil!" Não sei por que o ódio se o Leão foi o único time que lhe deu um título de campeão.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.