segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

O 1º jogo já é sob pressão

Isso mesmo. Na estreia do returno contra a Chapecoense lá no Índio Condá, onde sempre somos recebidos de maneira "cordial", temos a obrigação da vitória.

Sim, pois perdemos aqui no turno, e não é questão de "troco", "vingança" ou outros termos utilizados no futebol para indicar rivalidade, é por questão matemática mesmo.

Temos que fazer um número "x" de pontos no cômputo geral, e como perdemos aqui temos que buscar os pontos lá.

E é isso que me preocupa. Na matemática da comissão técnica o empate lá é bom resultado? Sempre é, menos na atual situação pelo que expliquei lá em cima.

Espero que nesta preparação de 10 dias, um dos focos seja a Chapecoense, que respeitemos o adversário estudando-o pois fora a questão técnica dos dois times sempre temos o fator "Interioorrlll" x Capital que pesa bastante, e não está em vídeo ou estudos táticos.

Em resumo é jogar com raça mesmo.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.