segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Respeito ao ex-clube? Respeito a quem paga seus salários

Vibração de Rafael Coelho
Falem o que quiser. A atitude de Rafael Coelho, em comemorar efusivamente o gol marcado, contra o clube que o projetou, vai na contramão da atitude de praticamente TODOS os jogadores do futebol brasileiro.

Hoje em dia os jogadores jogam em média, em 49 clubes em sua carreira. Daí cada vez que enfrenta um destes 49 ex-clubes, e faz um gol, sai de cabeça baixa, melancólico, pedindo para ninguém abraçá-lo, pois "tenho o maior respeito e carinho pelo ... pois joguei por aqui", e a torcida do clube que lhe paga os salários fica com cara de tacho!

Ele demonstrou personalidade, foi um tapa na cara dos dirigentes do outro lado que lhe fecharam as portas, atitude típica do time do remendão.

Bem vindo Rafael Coelho, e esperamos mais gols nos próximos jogos e mais gols nos próximos clássicos. Só faltou dançar o créu...

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.