sábado, 12 de março de 2011

Avaí tem que se virar.

Ausência de William e Fabiano. Marquinhos, Cássio, Evando, Cristian, George Lucas e Marcinho Guerreiro ainda buscando ritmo de jogo. Maurício Alves e Marquinhos Gabriel saindo do DM.

Todos estes fatos poderiam servir para amenizar um eventual tropeço contra o Criciúma. Mas acho que é exatamente o contrário. É hora da superação e de mostrar hombridade.

O time do sul do Estado fala em motivação. A derrota para a Chapecoense, combinado com a volta de 4 titulares faz com que os jogadores adversários sonhem com uma vitória na Ressacada.

É bom que os jogadores avaianos saibam disso, eles vem pra vencer, mas é claro, com toda a cautela do mundo. Jogarão nos contra ataques, contando com a habilidade de Roni.

Aliás, o meia do Criciúma merece marcação especial, pois é jogador diferenciado. Se deixarem o menino jogar ele decide a partida sim.

No Avaí não sei a escalação. Bruno está a disposição, Marcinho retorna aos poucos, Estrada pede passagem, Marquinhos tem que mostrar mais futebol, e assim por diante.

Para o ataque Silas tem que repensar Cristian. Não pode pegar o gol que ele fez contra o Brusque como parâmetro, tem que ver o "conjunto da obra", é jogador tímido, que não briga, não tem força física e que não assusta o adversário, Evando pede passagem, tem história e nome, os zagueiros dos outros times olham com outros olhos.

Pelos jogadores a disposição não tem muito o que inventar. Maurício Alves e Marquinhos Gabriel são boas opções.

Não abro mão dos 3 pontos. Se não vencermos, adeus 1ª colocação. Podemos chegar entre os 4 primeiros sem problemas, mas tudo ficará mais difícil, estamos correndo atrás desde a primeira rodada do turno.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.