quinta-feira, 17 de março de 2011

Carta ao nosso treinador

Silas, meu caro. Não está difícil de arrumar o time do Avaí. Apesar do Miguelzinho achar que "não dá pra ter esperança com o Avaí" (ele não é o mesmo cara que disse que cairíamos, que o Belmonte não era jogador de futebol, que o Léo Gago era Léo Cego, que não subiríamos nunca, que não seríamos campeões em 2009, bicampeões em 2010, etc, etc, etc...????) acho que tem jeito sim.

Vamos pro 4-4-2. George Lucas vai ser o melhor lateral direito do próximo Brasileirão. Mas ainda estamos no Catarinense, e ele se arrasta em campo, tem que entrar aos poucos. Então vamos de Gustavo, até G.L. entrar em forma.

Estrada é titular. As modificações tem que ser feitas mais cedo. Ontem por exemplo, você pensou o seguinte. "0x0 na Copa do Brasil, fora de casa é muito bom" e deveria ter pensado: "o time deles é muito fraco, vou colocar William e Estrada e matar este jogo, quem sabe nem teremos o jogo da volta".

Esse seria o pensamento do Muricy, do Telê Santana, do... tá, só destes dois, o resto é tudo retranqueiro mesmo.

Barrar Zé Carlos foi ato de coragem, e mostrou que ninguém vai jogar no nome. NINGUÉM né Silas? Ontem Marquinhos deveria ter saído, estava andando em campo. Não era a noite dele.

Espero ver outro time contra o Imbituba, sem querer ser corneteiro, sem querer escalar o time do Avaí. Mas está fácil de aumentar o rendimento deste time. Vamos vencer o Imbituba e daí a poeira baixa.

Um abraço

Rogério Cavallazzi

2 comentários:

  1. Camarada, me dá metade do salário dele e eu faço esse time ser campeõa brasileiro. Estou falando bem sério.
    Agora, tem que treinar e o Avaí demonstra não estar sendo treinado.
    O que vai acontecer é uma novela que já assistimos. Ele vai, aos poucos, separando o pessoal da Leléia pra jogar e enxotando os outros. Anota o que eu digo: no fim das contas ainda vão dispensar o Estrada.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo post. Assino embaixo. Espero que o Silas tenha lido.Rodrigo

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.