terça-feira, 22 de março de 2011

Com dois atacantes o time rende bem mais

Estou falando o óbvio não é? Para Silas não. O Pastor tem em sua cabeça o modelo do time de 2009, aquele 3-6-1 em que fomos magistrais no Brasileirão.

No entanto as características dos jogadores são um pouco diferentes agora. Seria uma pena deixar ou Rafael Coelho ou William de fora. Dois atacantes extremamente oportunistas e que tem tanta intimidade com a rede.

A ideia seria utilizar Marquinhos Gabriel como um "Muriqui", pode dar certo? Pode sim, M.Gabriel tem habilidade, é rápido e pode se adaptar a este esquema, pois tem qualidade.

Mas o esquema atual com dois atacantes começa a dar resultado também. Sei que Silas já pensa mais adiante, no Brasileirão, quando temos que ser um pouco mais cautelosos, com o time mais compacto, com todo mundo marcando, etc. No entanto a mudança do 3-5-2 para o 3-6-1 não é tão radical assim para que tenhamos que utilizar desde já, até mesmo porque pode ser feita durante as partidas.

O que acho que Silas deve priorizar agora de fato, é utilizar as 3 substituições todos os jogos e dependendo do contexto, cada vez mais cedo. George Lucas, Estrada, Evando, M.Gabriel e outros tem que pegar ritmo de jogo e ficar no nível dos titulares. Temos que ter um grupo nivelado para as próximas semanas.

2 comentários:

  1. É assim:

    Um atacante incomoda muita gente.
    Dois atacantes incomodam muito mais.

    Noso problema é uma inversão de valores, há pouco tempo tínhamos boa defesa, mas não tínhamos meio nem ataque.
    Agora temos meio e ataque mas não temos defesa.

    ResponderExcluir
  2. Bacana o blog, to seguindo!
    Topa parceria?
    Aproveito e convido a tornar-se tb seguidor do FuteB.R.O.N.C.A.!

    Contato: blogfutebronca@gmail.com
    Fico no aguardo,

    Saudações!!!

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.