quinta-feira, 17 de março de 2011

Empate com sabor de vitória

Peraí ô, empatamos com o fraco Ipatinga!"Peraí ô" digo eu! É Copa do Brasil, lembrem-se que na primeira rodada só o Avaí e mais três times eliminaram o jogo da volta. É uma competição onde os times se nivelam pelo sistema mata-mata, os jogos tem cara de final. Dito isto, vamos ao jogo.

Só vi os melhores momentos do 1º tempo, dizem que o Avaí jogou mais ou menos...

Mas o 2º tempo eu vi na íntegra. Foi muito ruim.

1º - É impressionante a capacidade do Avaí em entregar a bola ao adversário. Seja no erro de passe, seja no momento em que algum jogador segura demais a bola até ser desarmado ou simplesmente quando tenta algum drible ridículo e deixa a bola com o defensor do outro time.

2º - "Valorizar a posse de bola". Aquele mantra repetido por comentaristas de todo o Brasil não faz sentido no time do Avaí. Vai de encontro com a questão acima. É valorizar com inteligência, jogar na boa, esperar o melhor momento para a jogada mais aguda, tocar a bola para abrir a defesa adversária.

3º - Tirando o Julinho e depois o William, não vi nenhum jogador avaiano correr junto com o adversário e chegar antes na bola. E olha que o time do Ipatinga estava no bagaço no final da partida.

4º - Bola aérea na defesa avaiana continua um martírio. Vamos treinar pô! Vou ficando no item 4 mesmo, pra não me tornar chato.

O time do Avaí no 2º tempo foi modorrento, sem vontade, só chutou uma bola em gol, que acabou empatando a partida. Tirando Julinho, que é um faz tudo, o restante estava em uma noite infeliz.

E Silas, demorou demais pra mexer. E sei porque demorou. Ele entra com George Lucas e Marcinho que não aguentam 90 minutos, então temos sempre duas substituições certas todo o jogo, resta uma única "bala", e ele fica esperando pra ver se ninguém vai se machucar e etc, daí fica esta agonia com a pergunta que não quer calar: Que horas o Estrada vai entrar?

7 comentários:

  1. Primeiro tempo mais ou menos, pra mim mais ou menos foi o segundo, pois no primeiro horrivelmente jogando não deu susto algum ao goleiro do Icatinga. O Silas ta com problemas de visão, porque o adversario era fraco, e daí copa do Brasil, time fraco tem que atropelar, o avai não ganhou por mais por incompetencia sim, poderia ter eliminado o jogo de volta sim, mas sem competencia conseguiu um empatesinho mediocre, porque o super-silas demorou 20 minutos do segundo tempo para colocar o willian e demorou 40 pra colocar o estrada. Ah ele ainda não viu que esse leonardo é muito fraco. Pow se olharem nos ultimos jogos do avai e digo 4 ultimos no minimo, onde o avai levou gol, o tal leonardo zagueiro de qualidade estava em todas as jogadas, sempre mal posicionado na marcação, entregando o gol. só a chapecoense foram 2 gols, ontem outra falha dele e outros que agora me escapa a rodada, nem é bom lembrar vai ser ruim assim no estreito.

    ResponderExcluir
  2. Pode mandar o George Lucas embora! Não vejo tanta preguiça e indolência em campo desde os tempos do nada saudoso Joelson!

    Lateral direito pra lá de medíocre!

    João De Bona Filho

    ResponderExcluir
  3. Caro Rogério

    Assisti o jogo inteiro e concordo plenamente com o teu comentário, acrescentando:
    1) Marquinhos Santos, o craque do time, a estrela, está jogando muito pouco. Lento, atrapalhado, não chuta a gol, não dribla, aceitando facilmente a marcação. Sobrevive de alguns lampejos, é muito pouco de quem se espera tanto.
    2)O Silas tem todo o meu apoio, porém o treinador ainda não encontrou a melhor maneira para fazer o time render. O time não está compacto, demorando muito a transição da saída da defesa para o ataque, chegando com muito lentidão e poucos jogadores na área adversária.
    3) Para encerrar, parece que está faltando vontade, gana, em vencer a partida, parece que está faltando vontade em fazer gols, quantos forem possíveis.
    Para vencer o Imbituba vai ser preciso mudar.
    Saudações AVAIANAS

    Paulo Portella

    ResponderExcluir
  4. Otimo post.
    O AVAI não assusta ninguem, não encurrala o adversário. Não chuta uma bola em gol. O nosso meio campo não cria nada , é lento , só faz ligação direta. Nossa defesa cai fácil nos dribles e bola aérea na area é aquele DEUS nos acuda.
    Temos que evoluir e muito ....... muito mesmo.
    Quem me conhece sabe que sou otimista, entretanto com esse futebol que temos apresentado não iremos a lugar nenhum. Fica difícil esperar pelo tri campeonato e pela manutenção na série A.
    Por isso tenho dito que queria uma campanha igual a do ano passado, saudades daquele time .... quem diria.
    A. Miguel.

    ResponderExcluir
  5. É verdade, as más condições do time saltam aos olhos.
    Marquinhos muito lento e com pouco futebol.
    George Lucas já teve tempo pra mostrar alguma coisa, mas continua perdido em campo.
    O meio campo joga da meia lua pra trás, o que impede que haja preparação de jogadas para atacar o adversário, então, dá-lhe chutão.
    O Leonardo já poderia ter ido com o Romano.
    O Estrada tem que ser titular.
    O Silas tem que mudar a filosofia, ao invés de jogar pra não perder, poderia arriscar jogar pra ganhar.
    As substituições têm que ser feitas com mais rapidez.
    Temos que contratar mais um goleiro e avisar ao preparador de goleiros que ele está lá, exatamente, pra preparar goleiro.
    O Marquinhos Gabriel é bom jogador, mas ainda não está produzindo como gostaríamos.
    Não temos nenhum jogador que saiba chutar bem de fora da área, fazem sempre a mesma massaroca dentro da área, sem chutar a gol.
    O time ainda não tem um padrão de jogo que faça o torcedor mais tranquilo com relação aos objetivos para este ano.
    Como foi citado acima, bola alta na área do Avai é um "Deus nos acuda".
    O Zé saiu do time porque não sabe sair do gol quando é necessário, aí o Renan resolveu sair, só pra mostrar serviço e tomou o gol.
    O Julinho é muito bom, como o Willian, o Estrada; concordo.
    O Estrada tem que ser titular.

    ResponderExcluir
  6. Bighal, sou fã do Marquinhos Santos, mais hoje ee ta matando o meio campo do Avaí. Ou contratamos laterais veloces e jogamos com 2 atacantes no esquema 4-4-2. Ou Marquinhos Santos tem que ser sacado. Se é pra jogar no 3-6-1 com o que temos. O time tem que ser:
    Alex
    George Lucas ou Gustavo
    Cassio
    Gian
    Leonardo
    Julinho
    Marcinho Guerreiro
    D. Orlando
    Marquinhso Gabriel
    Estrada
    Willlian

    No 4-4-2
    Alex
    George Lucas
    Cassio
    Gian
    Julinho
    Marcinho Guerreiro
    D. Orlando
    Marquinhso Gabriel
    Estrada
    Willlian
    Rafael Coelho

    Tem que ter peito pra colocar o Marquinhos no banco!! Ta andando em campo.

    ResponderExcluir
  7. Acho que o maior problema está na escolha dos jogadores para esse esquema. 3-5-2 com dois volantes de pura marcação fica difícil, até porque os nossos laterais estão muito tímidos.

    Eu tiraria o Diogo Orlando, que, para mim, não rende nada, e colocaria o Estrada no meio. Assim o Marquinhos tem com quem dividir a armação de jogadas, como está o time tem um buraco no meio-campo com o ataque.

    Ah! Falta melhorar a pegada, também. Voltar como estávamos naqueles primeiros jogos com o Delegado.

    Abraços

    Rafael Xavier dos Passos

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.