segunda-feira, 28 de março de 2011

Estou bancando

É isso aí. Estou bancando o time do Avaí. Acho que a derrota, vexatória, para o Joinville tem como causa principal o clássico que se avizinha. Mas no Avaí ninguém falou nisso. Os jogadores não disseram isso nas entrevistas e Silas também não insinuou nada neste sentido. Então estou sozinho nessa. Convenhamos, o cara ser uma voz solitária neste mar de torcedores, é no mínimo arriscado. Estou dando a cara a tapa mais uma vez. Mas é questão de feeling. O problema é se tomarmos uma porrada no clássico. Vai ser problema meu, que achei que a turma estava se poupando e um problema maior ainda pra eles, que ficarão bem desacreditados. E olha que já estavam com certa moral com a torcida. Quero acreditar nisso, e uma vitória no clássico reforçará esta minha tese. Antes temos o Ipatinga, e é jogo pra ninguém tirar o pé, mas é jogo pro Silas ficar ligado, se conseguirmos colocar uma boa vantagem ele pode poupar alguns jogadores. Hoje não tive tempo pra escrever. Mas vocês tem que me dar crédito pois ontem a noite fiz um montão de postagens. E vida de blogueiro é assim mesmo, escreve-se quando se tem tempo.

8 comentários:

  1. O Avaí perdeu pela teimosia do Silas e displicência do Marquinhos. Faz um a zero ali e mata o JEC.

    Não tens que peitar nem por panos quentes, como fizeste o ano passado todo. O Avaí tem falhas, no entanto quase nunca elas são as razões das derrotas do time, na tua opinião. É sempre RBS/Arbitragem e afins.

    O Clássico é na outra semana, tem o Ipatinga primeiro. E convenhamos, não é preciso ser jogador ou parente do advogado do clube pra saber que classificar na Copa do Brasil é mais importante que vencer o clássico.

    E se tem jogador que poupa corrida pensando dois jogos à frente ele não é profissional, pois o Avaí paga salário para um mês inteiro, logo, tem que correr o mês inteiro.

    As vezes não é hora de passar a mão na cabeça. Como, também, não se deve meter o pau a qualquer custo. Mas desviar o foco do problema também não é a solução.

    Estamos jogando com o Gustavo na lateral e achando isso normal, pois ele tá "melhor" que o George Lucas. A nossa zaga é um "Deus nos Acuda" toda vez que a bola entra na área e ainda temos um volante sanguessuga (D. Orlando). E é o Guerreiro que é substituído todo jogo.

    Tem que buscar alternativas agora, depois passa a Série A toda aos trancos e barrancos e prometendo "pingos no is" no fim do ano, que, por sinal, não vieram.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Geralmente concordo contigo, mas nessa discordo...

    Temos um problema crônico na defesa que se instalou após a saída do Émerson... o cara dava uma baita segurança pra quem jogava do lado dele...

    Até acertar vai demorar um tempo e eu temo que já seja tarde pra conquistar o Tricampeonato.

    Mas o time é bom sim, só precisa mesmo arrumar o miolo da zaga...

    ResponderExcluir
  3. saudações,

    com certeza teve gente segurando o pé nas disputas mais ríspidas, mas tem gente ali sem qualidade. tirar guerreiro e deixar diogo orlando é brincadeira, deixar estrada no banco é de não se entender. alguém viu o rafael coelho no jogo. a zaga ta batendo cabeça, não ganha uma pelo alto e renan foi deplorável nesse jogo, melhor depois da seleção ele esqueceu de como se agarra. " oh mo quirido, se não ques jogar, num istrova". e zaga avaiana. avoa mos pombo, avoa que a côsa ta preta pelos arto.

    um abraço estimado

    ResponderExcluir
  4. Agora vou fazer como o Avaí, que só joga quando quer, transformando na versão torcedor, significa que agora, só vou na boa, quando valer alguma coisa.
    Realmente não vale a pena ficar torcendo desesperadamente por um time que só demonstra vontade quando a corda aperta.
    Vou emprestar a minha carteirinha de sócio para os que ainda tem paciência.


    obs: As palavras acima são mera ficção, não vou fazer nada disso, mas que da raiva da.

    ResponderExcluir
  5. Rogério, digo o mesmo quanto a um resultado positivo no clássico. É aquela conversa: Cobrem depois e caso não se concretize a "profecia" algo de errado aconteceu. Mas dessa vez, depois de tanto empate em clássico, o CRÉU do Marquinhos deverá ser coreografado na Ressacada.

    abs

    ResponderExcluir
  6. Não adianta o time ser bom no papel, porque o papel não joga.
    O Silas se faz de estudioso, de grande conhecedor, pois em entrevista, há pouco tempo, falou que estava estudando uma maneira de colocar o Estrada no time. Fácil, era só tirar o Marquinhos lá em Joinville e colocar o Estrada, nem precisaria estudar muito.
    Coloca o Marquinhos, no meio, pela direira, e o Estrada pela esquerda, incluindo o Marcinho e o Fabiano nesse meio.
    O Marquinhos também precisa jogar, treinar batida de penalti, correr.
    A nossa defesa é horrível e, claro, todo adversário mediano sabe disso e explora bem.
    O Renan sempre cai atrasado na bola.
    O Silas, eu imagino, já deve estar estudando uma maneira de colocar o Aleks no gol do Avai.
    Enquanto ele ficar escalando o time pra não perder, ao invés de escalar pra ganhar, o sofrimento será grande.
    Eu acho que ele pode usar qualquer esquema de jogo, desde que faça o time jogar alguma coisa.
    Precisamos contratar para a Série A, e contratar bem, porque pé de bruxa a gente já tem um monte.
    Precisamos contratar um jogador que saiba chutar bem de fora da área, porque os atuais quando chutam de um metro aquém da marca do penalti já atrasam pro goleiro.
    Uma das razões de todo esse problema que estamos tendo, é a mania que tem o Zunino de vender todo mundo em cada final de ano e depois não mostrar competência pra substituir à altura os que foram embora.
    Ou alguém acha que o Gian e o Leonardo são melhores que o Emerson?

    ResponderExcluir
  7. Rafael, acho que tu só lê o que te convém, tenho criticado bastante o time, inclusive a zaga. Já pedi a saída de Leonardo e a entrada de Gian. Na derrota para o JEC elogiei o árbitro ou tu estás cego ou és muito burro e não consegues ler ou interpretar o que eu escrevo.

    um grande abraço, frustradinho.

    Rogério

    ResponderExcluir
  8. Pelo visto não sou só eu que estou frustradinho, pois as opiniões acima corroboram em partes com a minha.

    Não falei especificamente do jogo do JEC, se interpretares ou enxergares bem o que escrevi no segundo parágrafo verás que falei de maneira geral.

    Vi que você criticou a zaga, mas também como poderia ser diferente?

    A minha maior crítica é que você desvia o foco. Responda sinceramente: o que é mais importante, arrumar as posições carentes ou se preocupar com o que a CBN fala no Debate Diário?

    Abraço, Árvore de Natal

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.