quarta-feira, 23 de março de 2011

Jogou por música no 1º tempo e relaxou no 2º

Foto: Jamira Furlani

O toque de bola refinado, as inversões de jogadas, Julinho, Marquinhos Santos, Marquinhos Gabriel e Julinho envolvendo o adversário e em alguns minutos já vencíamos por 2x0.

William sobrava em campo, Marquinhos Gabriel mostrava visão de jogo, não por acaso um serviu ao outro para os dois gols.

Depois criamos outras oportunidades, até mesmo em lançamento direto de Renan para Marquinhos Gabriel, que perdeu. O grandalhão Leonardo foi outro que perdeu um gol de cabeça em uma cobrança de escanteio.

Dai veio o segundo tempo...

O time do Avaí ficou mais burocrático, mas antes do primeiro minuto o goleiro do Metro fez uma defesa impressionante em conclusão de Marcinho Guerreiro.

Depois tocamos demais a bola, nos desinteressamos e o Metro foi chegando, chegando, até que SURPRESA! Tomamos um gol de cabeça! O 49º deste ano. A jogada foi em cima de Emerson Nunes, mas de qualquer forma na origem da jogada ninguém marcava o grandalhão do Metro...

Daí demos uma acordada, perdemos mais alguns gols, vimos o Metrô ter um jogador expulso, em uma voadeira em Marquinhos Santos.

A expulsão deles fez nosso time parar novamente, e as alterações de Silas não davam resultado. A torcida deu uma vaiadinha básica, e pediu Estrada. O Pastor pra mostrar quem manda não atendeu ao torcedor.

Mais ao final um gol de Gustavo premiava o esforço do rapaz, que carrega duas toneladas nas costas por ser irmão de Marquinhos.

O 3x1 ficou de bom tamanho, mas Silas tem que dar uma sacudida no time quando parar de jogar. E esta sacudida passa pelo banco de reservas, colocando jogadores que vibram em campo.

Fiquei feliz com a vitória, com a atuação do primeiro tempo, mas acho que poderíamos ter jogado ainda melhor.

Um comentário:

  1. A teimosia de Silas está jogando o time contra a torcida, Diogo Orlando não pode jogar no AVAI é fraquíssimo, não marca, não apóia, não desarma e não cria, sempre um a menos. Leonardo e Gian não são zagueiros para o AVAI, Gustavo é o irmão do Marquinhos, horrível, fico imaginando ele marcando o Fernandinho do São Paulo, "MEU DEUS". Gostaria de saber se o AVAI ainda tem treinador de goleiros, pois, os nossos estão sempre pregados embaixo da trave e quando saem do gol é sempre uma vergonha. Para sermos tri-campeões precisamos de muita coisa e a primeira é tirar a "Bíblia" da ressacada quem não lê não joga.
    PS: POR FAVOR DÊEM UMA BIBLIA EM ESPANHOL PARA O ESTRADA, FICARIA MUITO MELHOR".

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.