quarta-feira, 2 de março de 2011

O ano tem 12 meses, ou não?

Os melhores alunos da Unisul, no 2º semestre passado terminaram o 2º semestre na 2ª ou 3ª semana de novembro. Os que não foram tão bem tiveram mais uma semana de provas, na 1ª semana de dezembro.

Tanto os bons, quanto os "menos bons" pagaram não só a mensalidade de dezembro, que chegou pelo correio, quanto as de janeiro e fevereiro. O detalhe é que as aulas recomeçaram em 28 de fevereiro de 2011.

Mas "pera aí", três meses sem aula e três meses pagando mensalidade? Isso mesmo.

Nas décadas de 70 e 80 e até uma parte da década de 90 quem não era sócio do LIC, Lira, Doze, 6 de Janeiro ou Paula Ramos, era um marginal. Como assim? Ficava de fora dos grandes eventos sociais da cidade. Baile de debutantes, Municipal, Vermelho e Branco, Vermelho e Preto, Baile do Hawaii, Baile da piscina, etc...

Claro que havia alternativas, mas raras, bem raras. Lá em casa éramos sócios do Doze. Quando dava Dezembro, Janeiro e Fevereiro, aproveitávamos o clube na sede de Jurerê. No restante do ano era mais raro. Algumas incursões a Jurerê. Uma festa junina em... junho. Um baile de debutantes mais adiante. Boate do Doze em determinadas épocas.

Mas pra entrar no clube, a mensalidade tinha que estar sempre em dia. Todos os exemplos que dei aqui, nos mostram que se você quer ter direitos deve cumprir deveres.

A Unisul paga salário a seus funcionários 13 (12 +1)meses por ano. E necessita que os alunos mantenham a mensalidade em dia, mesmo quando não se tem aula.

Qualquer criança já deve ter percebido isso. Porque é um assunto de gente acostumada a pagar as coisas religiosamente em dia desde que nasceu. Desde o primeiro carnê na Hermes Macedo, Imcosul, Fedato, Esportiva (ops, anota aí Davizinho) Koerich, nos obrigamos a manter as coisas em dia.

Não é porque o Avaí ficou um mês sem jogar dentro da Ressacada que deveria deixar de cobrar mensalidade durante este tempo.

É por pensamentos assim que o clube demorou muito para conseguir um bom número de sócios. Sempre beirou os 2.000, 2.500 durante os campeonatos e caía para 450 em dezembro e janeiro. Tudo porque muitos "inteligentes" diziam: não tem jogo, pra que vou pagar mensalidade? Ah, e vê se contrata jogador nível de seleção pro ano que vem"...

2 comentários:

  1. depois de um comentario desse reforça que vale muito mais a pena pagar por assistir o avai na tv.... dezembro e janeiro tenho ainda outras programaçoes....
    ou porque o clube nao cria atrativos para manter o vinculo com os torcedores tb em janeiro... quem sabe fazer algum show de bandas locais ou um show nacional com desconto para socios??
    enqto isso muitas inadimplencias.... =(

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.