sexta-feira, 18 de março de 2011

O Careca, de novo?

O árbitro para a partida deste final de semana entre Imbituba x Avaí é novamente o constantemente contestado Célio Amorim. Será auxiliado por Josué Gilber Lamim e Carlos Felipe Schimidt.

A frase dita no dia 28 de fevereiro - "vai chover Celinho, Zé Acácio e Bezerrinha na nossa escala" - está se concretizando. Em quatro partidas no returno, o criticado árbitro estará presente em duas. Ou seja, metade dos jogos do Leão é "arbitrado" por ele.

É de conhecimento geral o descontentamento com o "trabalho"do Celinho e mesmo assim a federação é insistente em sua escalação para os jogos do Avaí.

Outro detalhe. Célio Amorim é muito bom de sorteio. Sempre quando colocado no chapéu do homem para o sorteio do árbitro para o jogo do Leão no segundo turno, o seu nome é puxado primeiro.

5 comentários:

  1. Mas pra diretoria do Avaí não tem problema, pois "erros de arbitragem são inerentes ao futebol" e ninguém deve reclamar pois todos são prejudicados !
    Vide Nota Oficial.

    Agora engole, diretoria omissa !!!

    ResponderExcluir
  2. O que mais me chama a atenção é o fato dele sempre ser sorteado principalmente pros jogos longe da Ressacada.

    ResponderExcluir
  3. A Diretoria do Criciuma é que esta certa! Espero que a nossa Diretoria aprenda como agir com um time da segunda divisão. FICA ESPERTO ZUNINO! Quem não chora não mama.

    ResponderExcluir
  4. É complicado, enquanto a diretoria não faz nada, a FCF faz essa sacanagem com o avai, além disso essa FCF é muito fraca e só serve para os clubes darem dinheiro para o charuto do Delfim e para seu filho lutador. Alguém sabe o que aconteceu com o episódio, provavelmente nada, o JR continua comendo dinheiro na federação e nem respondeu por danos morais, lesão, pois o Delfim deve ta usando a influência dele pra acalmar tudo como sempre. BRASIL É ASSIM, SANTA CATARINA NÃO FICA PRA TRÁS.

    ResponderExcluir
  5. CONCORDO com o Rodrigo Moskorz. Erros de arbitragem são realmente coisas inerentes ao jogo de futebol, afinal, os árbitros são humanos. Mas certas pessoas nunca se tocam do real problema, mesmo vendo os "erros" acontecerem quase que predominantemente em favor de uma determinada agremiação, seguem considerando erros certas patifarias. Por exemplo, num jogo o assistente entrega ao árbitro um jogador por uma hipotética cabeçada num adversário. O jogador do time visitante vai expulso. Nessa mesma arbitragem o assistente é empurrado duas vezes por atleta do tombense, time da casa, e não chama o árbitro para expulsar o agressor. O assistente era cego, surdo e insensível ao toque? Não, era pau mandado. Isso não é um erro inerente ao futebol,isso seria motivo de indignação para todas as demais agremiações, se soubessem de fato a força que têm. Surpreendentemente, arquivaram no rol dos erros, os cordeirinhos. Por isso, desde 99 as coisas seguem como seguem, o dotô pintando e bordando, sob a paz de seus charutos. - Roberto Costa.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.