terça-feira, 12 de abril de 2011

Aprendendo com os mais velhos...

O Internacional de Porto Alegre apresentou ontem o Falcão. Na chegada, a Diretoria de Futebol abriu a coletiva, informando: tem time de futebol que se adapta ao treinador e tem time em que o treinador é que se adapta. Aqui no Internacional o treinador se adapta ao time. Tradução: Falcão, seja bem vindo, mas aqui quem manda somos nós. Bingo!!!! É disso que eu falo. Diretoria de futebol pode até dar uma margem para o treinador trabalhar no dia a dia, treinar o esquema que quer, mas a coisa não pode ficar solta. Lá mesmo, no Inter, o “simpático” Celso Roth caiu porque quis escalar Rodrigo e deixar o Índio no banco....ah! ah! ah!.....deixar o Índio no banco.......

2 comentários:

  1. Hoje está me parecendo que o nosso presidente não é tudo aquilo que se pensava, principalmente eu que achava que ele era o melhor.
    Será que o bom trabalho de 2009 ocorreu por causa do LA?
    Contrataram uma penca de perna-de-pau e alguns bons, porém, os bons não jogam.
    O time joga sempre pra não perder, não tem esquema de jogo, não tem toque de bola, não tem goleiro nem laterais, principalmente na direita.
    A zaga é uma brincadeira.
    Vamos assim, com, apenas, mais algumas contratações, provavelmente, do nível destes que ai estão, para encarar o brasileiro já sendo anunciado como candidato à Série B?

    ResponderExcluir
  2. O problema é que o Internacional, os "cavalos" aprenderam a pular barreiras cedo. no avai "cavalo velho" não pula mais, não adianta insistir, dar esporada, chicotear, não leva ninguem a lugar algum. Esse infelizmente é o pensamento da diretoria avaiana. Enquanto isso, sofremos com a fraca imposição da diretoria quanto ao treinador que, coloca seus queridinhos a jogar e deixa jogadores caros e com maior qualidade no banco. Tenho medo, se um dia por ventura trouxerem Luxemburgo pro avai.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.