quarta-feira, 20 de abril de 2011

É meleca...

O Internacional de Porto Alegre enfrentou na noite de ontem o Emelec do Equador pela Libertadores da América.

O jogo foi dificílimo, o time gaúcho venceu por 2x0 mas só conseguiu fazer os gols na etapa final. O mesmo Inter quando enfrentou o Emelec no Equador trouxe um empate na bagagem, um resultado considerado excelente.

Vejam só, que coisa. O elenco mais milionário do Brasil valorizando todos os pontos conquistados contra o Emelec do Equador, como tem que ser.

Aqui, quando enfrentamos a mesma equipe pela Sul Americana no ano passado, nossa imprensa fez questão de frisar a "fraqueza" da equipe do Equador. Desdenharam, falaram em falta de tradição e etc.

Tudo porque era o Avaí enfrentando o time estrangeiro, e chegando na fase internacional da competição, fato inédito para um time catarinense neste torneio.

É, temos que concordar que a imprensa local "ajuda" muito a desenvolver o nosso futebol. Mas isso pode ter uma explicação, como eles são de um nível muito baixo, o medo é grande que fiquem para trás em relação aos times.

2 comentários:

  1. A coisa mais hilária nesta semana foi o marketing do time doladelá ter lançado um livro com projetos e intenções deles na... Rede Globo.
    E os baba-ovos deles aqui nem sabiam do que se tratava, qual o assunto e por quê não foram chamados para "participar" do evento.
    Eu me esgarço de rir.

    ResponderExcluir
  2. O que opera uma mudança radical no entendimento de nossos "jornalistas", me parece que é o jabá, aquele, não tem?
    Pois é, o jabá é algo milagroso, assim que cai no bolso começam as mudanças e a subserviência toma os lugares mais nobres(?) naquelas mentes sombrias.
    O resto a gente conhece.
    Mesmo assim eu ainda repito: Não paga Zunino!

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.