terça-feira, 19 de abril de 2011

"Gueraute"

A saída de Fábio Araújo, homem forte e de confiança da diretoria avaiana, demonstra que ninguém tem cadeira cativa lá dentro.

Se foi um erro contratá-lo e um erro maior ainda alçá-lo a uma condição privilegiada, de comando dentro do clube, agora tudo volta ao seu lugar.

Eu particularmente nunca entendi as funções dele dentro do clube, não sei qual a sua real contribuição. Vi que alguns garotos do Rio de Janeiro foram trazidos, não tenho notícias se algum deles vingou ou se vingará.

As queixas sobre a desorganização nas categorias de base são muitas, dizem que muita gente apita, de pais de jogadores a diretores de outros setores.

Pior que temos uma estrutura muito boa neste setor. Campos ao lado do estádio, alimentação de primeira, médicos, psicóloga, nutricionista, etc, enfim tudo do bom e do melhor. Mas os resultados...

Voltando ao Fábio Araújo, eu particularmente não vejo mal algum o clube trazer profissionais de fora. Sejam eles cariocas, gaúchos, paulistas ou paraibanos. Só que estes caras tem que ser competentes. No entanto, é hora de dar chance pra gente daqui, com identificação com o clube, que pelo menos tenha visto uns 50 jogos na Ressacada e saiba o que é o Avaí. Que Araújo seja feliz em outro lugar.

2 comentários:

  1. Perfeita análise. É bem isso mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog. Sigo e dou uma passadinha aqui diariamente em busca de informações e opiniões sobre o nosso Avaí. Tenho também um blog, o Cerveja Futebol Clube (http://cervejafutebolclube.blogspot.com/), que criei há uns 2 meses atrás. Lá também comento sobre o Avaí, entre outras coisas, e incluí o teu blog na lista dos recomendados, se você não se importa. Quando tiver um tempinho dá uma passada lá para dar uma olhada.

    Abraços,
    Murilo

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.