sábado, 30 de abril de 2011

Jogo decisivo!

As comparações dessa final do segundo turno com os jogos finais do Catarinense de 2009 são inevitáveis. Até porque nos dois times existem jogadores que se enfrentaram naquela oportunidade. Do lado azul temos Marquinhos, Willian e Evando, já o time do Oeste também contava com os laterais Badé e Toni.

Na primeira partida em Chapecó, o Avaí sucumbiu diante da Chapecoense. Na lateral-direita tínhamos a revelação Medina, que vinha jogando improvisado por ali. Badé aproveitou-se na falta de marcação naquele setor e deitou e rolou durante os 90 minutos.

Já no jogo de volta, o Avaí tinha a obrigação de vitória. Silas estudei bem a forma de jogar da Chapecoense e fez uma alteração: tirou o Medina e colocou o Ferdinando, que já tinha jogado toda a Série B de 2008 por ali.

Assim que iniciou o jogo, o Ferdinando encostou no Badé e disse. Hoje eu vou comer o teu fígado. E nesse espírito de garra e raça fez uma grande partida e não deixou que o lateral-esquerdo do adversário pudesse jogar. O resultado vocês já sabem: 3 x 1 + 3 x 0 = 6 x 1!

A Chapecoense ainda depende muito de seus laterais e Silas sabe disso. Creio que não repetirá o erro da primeira partida da final do Catarinense de 2009. Para os jogadores, o espírito de raça e determinação do Ferdinando é exemplo. É decisão, é hora de superação. Esse é o primeiro ingrediente para o sucesso.

Vai pra cima deles Leão!

2 comentários:

  1. http://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/2011/04/maicosuel-pode-fazer-reestreia-em-amistoso-contra-o-figueirense.htm

    Jogo dos eliminados

    Segue a programação normal...

    ResponderExcluir
  2. FERDINANDO: EXEMPLO DE SUPERAÇAO E MUITA LUTA. DESDE 2006 2007 SOFRENDO COM A MIDIA e alguns torcedores seguidores do M A L, MAIS NUNCA BAIXOU A KBÇA. TORÇO MUITO POR ESTE CIDADÃO.
    ABÇS
    CLEDISON

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.