segunda-feira, 4 de abril de 2011

Marquinhos, resposta com futebol.

Um leitor do blog usou a expressão "acabado" para referir-se a Marquinhos Santos. Gostaria de ouvir uma resposta ao jogador a esta alegação.

Mas a resposta que espero dele é dentro de campo. Ontem Marquinhos jogou bem no 1º tempo e caiu muito no 2º, como todo o time. Até as substituições e depois demos uma organizada razoável e criamos várias chances de gol.

Marquinhos sempre será o jogador mais questionado do time. Falarão no salário que recebe, e sempre se esperará mais dele. Jogador de futebol, quando passa por essas fases de questionamento tem que fazer duas coisas: falar menos e trabalhar mais, e é isso que espero dele no momento.

Sempre falo aqui que sou fã nº 1 de Marquinhos, então me sinto tranquilo na hora de fazer uma crítica. Não acho que ele esteja passando por uma má fase e nem que ele tenha que ser o mais cobrado, já que não joga sozinho. Mas o fato é que nossas esperanças de uma grande virada sempre passam pelo nosso camisa 10.

4 comentários:

  1. Acho engraçado como nos piores momentos que o Avaí passa tu nunca consegues fazer uma crítica para a clube como o todo. Pelo contrário, sempre usas da artimanha, já manjada, de chamar a atenção, seja com críticas, seja com um post "joga pra torcida" com este, para um ou outro jogador do elenco.

    Mais hombridade!

    ResponderExcluir
  2. Marquinhos está mal. A bola que ele tentou enfiar na ponta direita, final do segundo tempo, e que colocaria o William na cara do gol foi emblemática. Saiu um chute rasteiro, sem energia, no pé de um adversário. Um toque por cima ou metida a bola pelo meio seria a jogada, mas o Galego precipitou-se, ninguém duvida que ele sabe, mas parece não confiar nas próprias pernas. É mais uma coisa a ser revista. Pela fama de alguns contratados, poderiam estar jogando e marquinhos aprimorando seu físico. - Roberto Costa

    ResponderExcluir
  3. O Marquinhos, embora eu não considere craque, é bom jogador e pode jogar mais do que vem jogando.
    O problema é que ele está sozinho na armação e, normalmente, é bastante marcado.
    Alguém precisa avisar isso pro Silas.

    ResponderExcluir
  4. Rogério, eu usei da expressão acabado para me referir ao Marquinhos. Antes que cause polêmica, o acabado que me refiro é fisicamente. Quando as pernas não ajudam, o que a mente pensa não sai direito.

    Marquinhos tem qualidade, mas um tipo de qualidade de toque refinado, lançamentos, passes precisos. Nunca foi a dele marcar, nunca foi a dele correr com a bola, nunca foi a dele rasgar defesas com dribles e também nunca foi a dele bater penalti direito.

    Então para ele usar de sua categoria nos passes precisos ele precisa estar bem fisicamente e ter um esquema pra ele jogar tocando. E as duas coisas estão faltando. 1º Marquinhos está mal fisicamente e isto reflete na parte técnica. Se repararmos Marquinhos não consegue evoluir com a bola nos pés. A matada de bola está dificil, segurar a bola nos pés sem cair está difícil, chutar em gol de fora da área está difícil (ou sai fraco ou sem direção), ele recebe a bola, chega a marcação ou ele se enrola com ela ou ele é facilmente dominado. Se ele não tocar rápido adeus jogada e da-lhe contra-ataque. Aí vem a 2ª parte, pra ele tocar rápido tem que ter alguém jogando com ele com poder de criação (recebe toca ou arremata). E quem temos? Não temos. Esse era o papel do Caio no time de 2009 ao lado de Marquinhos, ou na ausência dele Leo Gago dava conta. Sem contar que os laterais passavem e evoluiam com a jogada, diferentemente do elenco atual.

    Vejo estes dois problemas afetando Marquinhos e isso remete a outro grande problema e talvez o pior: a falta de qualidade do elenco. Do meio para trás, excetuando-se talvez Marcinho Guerreiro, o Avaí é deplorável, sofrível, horroroso.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.