quinta-feira, 21 de abril de 2011

Sabedoria para o clássico - por Roberto Costa

Com muita cautela e sabedoria o Avaí deve encarar esse clássico do próximo domingo. A imagem da nossa equipe, e de nossos torcedores, em razão do clima criado pelos recentes e conhecidos acontecimentos, vai ser vendida por adversários e mídia como uma horda bárbara.
Os adversários estarão prontos a mostrar-se agredidos de forma desproporcional ao menor toque, à menor palavra pronunciada, a qualquer lance mais agudo no jogo. Seremos os primeiros suspeitos da autoria de tudo de ruim que acontecer.
Atletas adversários vão simular, vão fazer-se de vítimas. Certos atletas nossos em especial serão provocados com toda certeza, (Marquinhos, você está sem cacife) e o árbitro, que nunca nos olhou com simpatia, colocará o peso das últimas ocorrências em suas decisões, em suas aplicações de cartão, e sentir-se-á em casa com apoio das arquibancadas, eis que o jogo será no remendão. Não foi gratuita a defesa que Vasel fez, obstinadamente, da torcida única.
Nossos atletas devem ser orientados para jogar o futebol, para não responder a provocações e, em caso de comemoração, fazê-la discretamente diante dos torcedores azurras que lá estiverem, nada de gesto do créu. Sabedoria e muita garra, é a melhor pedida. - Roberto Costa. ( O nosso)

3 comentários:

  1. Muito cuidado pra não vestirmos o chapéu da culpa que não temos.
    Para os mal intensionados, independe das nossas ações, já nos julgaram e condenaram.
    Quem não deve, não teme!
    Respeito sim, mas a Lei da Mordaça não deve ser assumida por nós.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Roberto. Devemos entrar ligados e atentos. Apenas jogar futebol, sem entrar em provocações. Força Avaí.

    ResponderExcluir
  3. Concordo, acho que o negócio é ter em mente, durante todo o jogo, até que o árbitro apite seu final, o nosso principal objetivo, que é a vitória, nada mais.
    O maior problema de precisar ganhar é saber que o time estará longe do perfil do treinador, que joga, sempre, pra não perder.
    Isso é um risco. Temos que apostar, mesmo, "na atitude" de nossos jogadores, focados na vitória.
    Vai pra cima deles LEÃO!

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.