segunda-feira, 30 de maio de 2011

Marquinhos em 2011, uma passagem distorcida

Vou tentar resumir a passagem do Marquinhos no ano de 2011, bem como todos os mitos, verdades e mentiras criadas pela imprensa e torcida. Isso tudo na minha opinião, é claro. 

Criou-se um mito de que o Marquinhos não vinha jogando absolutamente nada. O fato de que seus companheiros de meio-campo eram dois primeiros volantes de origem (Marcinho Guerreiro e Diogo Orlando) era ignorado. O fato de que a dupla de ataque (Coelho e William) não possuía características de recomposição de meio-campo, também era ignorado. Sendo assim, Marquinhos ficava nitidamente sobrecarregado nas armações de jogadas, tendo apenas o auxílio esporádico de Julinho ou Gustavo (!).

Para ser mais claro, farei uma comparação com o time de 2009: não tínhamos jogadores com características nem de Muriqui e nem de Léo Gago atuando ao lado do Marquinhos. Apesar de todos esses fatores contra o nosso maestro, quero que me apontem UM jogo no qual Marquinhos não deixou um companheiro em posição para marcar o gol. Assisti todos os jogos do Avaí no ano (exceto contra o Vilhena) e sei exatamente do que estou falando. Mesmo no jogo contra o Vasco, onde "Marquinhos não jogou nada", as nossas duas melhores chances de gol no primeiro tempo vieram de dois passes precisos do galego. 

Portanto, na minha opinião, Marquinhos realizou uma temporada razoável até agora, tendo sido prejudicado em 95% dos jogos pelo esquema adotado pelos nossos treinadores. A cobrança em cima dele foi completamente desproporcional ao que vinha ocorrendo dentro de campo. Mas é isso aí; é sempre mais cômodo e econômico culpar apenas uma pessoa pelo fracasso, não é mesmo? 

Quanto a saída dele, acho que foi o primeiro grande passo rumo a série B de 2012 e quero aproveitar a oportunidade para parabenizar todos aqueles que vaiaram o galego na última partida. Se havia alguma chance da permanência do Marquinhos para o resto da temporada, ela foi sepultada em decorrência das vaias irracionais de mentes iluminadas no jogo contra o Atlético-MG. O momento demandava justamente o oposto; precisávamos de uma mobilização da torcida para mexer com os brios do galego e garantir mais uma temporada com um dos melhores camisas 10 do Brasil em atividade. 

Os torcedores que o vaiaram devem estar felizes, afinal, temos agora o Robinho para fazer a função, jogador extremamente comprometido e que, tenho certeza, está ávido por correr e dar o seu próprio sangue pela nação azurra. Acredito que, em breve, o prêmio nobel da irracionalidade estará disponível para aqueles que vaiaram o maior ídolo da história do clube. O Avaí segue... Abraços.

Por Andrey Cavallazzi

14 comentários:

  1. Andrey esta completamente...

    ERRADO.

    O próprio marquinhos admitiu que entrou com o corpo, mas nao com a ALMA no jogo passado. PONTO.

    O próprio marquinhos admitiu que pediu metade do valor pago pelo GREMIO e o Avai nao tinha condicoes de pagar. PONTO

    Se ele é o LIDER, o AMIGAO do zunino, pq ele nao falou que sozinho ele nao joga e falou pra zunino mandar ele embora??

    Dizer que as vaias fizeram ele deixar o time é mentira, pq na reuniao de hj ele pediu metade do valor e o Avai nao aceitou, entao inventar FATOS num espaco tao levado a serio nao é legal, ele mesmo sabe que MERECEU aquelas VAIAS, pois em 4 jogadas nitidamente tirou o pé da bola com medo de um lesao.

    É idolo? é sim.. mas nao é Deus.

    Um abraco marquinhos, sorte.

    ResponderExcluir
  2. Sem esquecer os penaltis perdidos e o reconhecimento de nao estar em bom momento, deixando a posicao de batedor oficial.

    ResponderExcluir
  3. Quando o barco começa a entrar água os ratos são os primeiros a saltar fora. E dizer que fui ve-lo chegar no final do ano de helicóptero, me sinto um completo idiota, ainda lembro bem de suas palavras: "Aqui é a minha casa espero ficar por muitos anos e encerrar minha carreira, amo esse time e esta torcida". Quanta mentira Sr. Marquinhos, mas podem apostar não dura até o fim do ano no Grêmio, lá eles não aguentam jogador preguiçoso e sem comprometimento ou rala a bunda no chão ou vai ter que voltar pra jogar no BAC, no BAC não, vai voltar pro AVAI lá tem o pai ZUNINO. Só espero que agora nos livremos do Gustavo de uma vez por todas ou será que vão continuar pagando 20 mil pra ele pra ter o Marquinhos de volta no final de carreira e se arrastando em campo como agora!

    ResponderExcluir
  4. Me desculpe rogério, mas o próprio marquinhos deu entrevista hoje falando que jogou sem alma o jogo de sabado porque estava já no gremio, entao sinceramente que postagem infeliz.

    POstagem infeliz assim como foi infeliz a entrevista do marquinhos dizendo que ficou chateado porque "embora a parte tecnica nao tivesse sido boa nao faltou vontade". Não. As vaias vieram única e exclusivamente da falta de vontade, se vestir a camisa do avaí nao é suficiente pra jogar "com alma" que foi a expressao usada por ele, entao nao há o que fazer, eu sendo avaiano, nunca jogaria sem alma vestindo o manto sagrado, mas torcedor, cada um sabe o quanto é!

    abraço, Newtonfd

    ResponderExcluir
  5. SHALOM

    SOMOS E SEREMOS ETERNAMENTE AVAIANOS.

    ANDREY CAVALLAZZI, TUAS COLOCAÇÕES E PONDERAÇÕES ATÉ O QUARTO TÓPICO FORAM PERFEITAS , É A COMPOSIÇÃO TATICA A FORMA DE JOGAR ADOTADA PELO SILAS, SUAS CONVICÇÕES E TEIMOSIA QUE NÃO NOS PERMITIRAM SERMOS CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL. E QUE NÃO PERMITIRAM O NOSSO M 10 , MOSTRAR TODA O SEU POTENCIAL.
    QUANTO A SAIDA DO MARQUINHOS, TEU COMENTARIO FOI DE UMA INFELICIDADE BRUTAL. NÃO QUEIRAS FAZER COMO SILAS, JOGAR A RESPONSABILIDADE PARA UMA NAÇÃO QUE AMOU , FESTEJOU,FEZ RESSURGIR PARA O FUTEBOL O NOSSO ETERNO MARQUINHOS BIGUAÇÚ.
    POREM ASSIM COMO AMOU, FESTEJOU , E POR ULTIMO VAIO, NUM MOMENTO DERRADEIRO DE ANGUSTIA E DESESPERO PELO FUTEBOL APRESENTADO NAS DUAS ULTIMAS PARTIDAS.
    EU Ivar Pai das 3Marias, torcedor , Sócio Conselheiro , me incluo dentre os que SEMPRE DEFENDERAM NOSSO HEROI, MESMO QUANDO JOGANDO EM OUTROS CLUBES E FOI INJUSTIÇADO POR 2 TREINADORES QUE POR POUCO NÃO DECRETARAM O ENCERRAMENTO DE SUA BRILHANTE CARREIRA, DIGO COM SENTIMENTO DE PERDA: MEU IDOLO VA COM DEUS , SEJAS FELIZ, HAVEREMOS DE COLOCAR UMA ESTATUA EM TUA HOMENAGEM NA RESSACADA E QUE SIMBOLIZARA TODO O GRUPO DE JOGADORES ,NAÇÃO
    AZURRA, POR SUAS CONQUISTAS .
    MARQUINHOS SANTOS, MARQUINHOS BIGUAÇU , M 10, COMO QUEIRAM CHAMA-LO ,SERA ETERNAMENTE O MAIOR IDOLO DA RESSACADA, EM TODOS OS TEMPOS.

    COM RESPEITO
    Ivar "Pai das 3Marias"
    Graças a DEUS, meu Pai AFONSINHO "falecido" BI-CAMPEÃO CATARINENSE FUTEBOL, sendo uma INVICTO, me ensinou a ver o FUTEBOL, com valores que vão alem das opções TATICAS de nossos TREINADORES.

    ResponderExcluir
  6. Este texto resume perfeitamente o que penso sobre a passagem do Marquinhos.

    As vaias não foram motivantes à saída do Marquinhos, até pelo o que ele disse hoje.
    Mas de qualquer forma parabéns aos cretinos que o vaiaram e com certeza deram o empurrão final para que ele saísse.

    Ignorante...imbecil...esta foi a torcida do Avaí sábado. Independente da saída dele ou não.

    ResponderExcluir
  7. Esse blog realmente não perde a capacidade de ser surpreendente.

    É, hoje, o único que faz coro com o Marquinhos e culpabiliza a vítima: a torcida.

    É o único que tem a capacidade de realmente acreditar que as vaias tiveram qualquer coisa a ver com a transferência...

    A minha dúvida é se realmente chegam a acreditar no que falam...

    ResponderExcluir
  8. Rogério, Concordo que a atuação do marquinhos foi muito prejudicada pela falta de um companheiro de meio campo para tocar a bola.
    Agora, acreditar que aplausos ou a motivação da torcida pelo "Fica Marquinhos" poderia alterar o desfecho desta "novela", me desculpe, mas é muita ingenuidade ou manipulção de opiniões.
    O que decidiu a saída dele do Avaí, como ele mesmo disse na coletiva foi a proposta financeira.
    Só para completar, eu não vaiei ele na saída. mas também não aplaudi. Acho que ele não merecia nem um, nem outro.

    ResponderExcluir
  9. Concordo que foi uma grande perda, mas dessa vez o ciclo dele se encerra definitivamente no Avaí, ao meu entendimento.
    O profissional deve tomar cuidado com o que fala e o Marquinho não teve esse cuidado.
    Qdo chegou declarou que só sairia do Avaí se fosse mandado embora. Sabemos que a vida profissional deles é curta e chances não podem ser desperdiçadas.
    Involuntariamente, nós torcedores nos sentimo traídos.
    Ele é/era o nosso representante dentro de campo, fez juras de amor eterno e o dinheiro o levou.
    Andrey, sou fã do futebol do MArquinhos e o acompanho desde sua estréia no clube, acho que ele pensa 3 segundos antes do outros, nós perdemos um baita jogador, mas não podemos ficar eternamente nas mãos do Marquinho.
    Sempre vejo uma jogada de craque dele durante os jogos e brigo para mostrar aos outros, mas agora deu, pra mim Marquinho faz falta no time do Avaí, mas o ciclo dele acabou.
    Teno 39 anos e ele joga de titular no meu time de todos os tempos. Não vi os antigos, mas ele, Adilson Heleno, Fossati, Flávio Robero,....jogam no meu time.

    Boa sorte Marquinho e vamos a luta nós aqui.

    Fábio

    ResponderExcluir
  10. PALMAS! BRAVO! Isso é tudo o que eu venho tentando dizer desde sábado! A torcida avaiana, através da sua irracionalidade e destemperança, auxiliou o clube a dar um grande passo rumo ao rebaixamento. Eu, por mim, posso dizer que tenho a consciência limpa.

    Sem mais.

    ResponderExcluir
  11. Caro Rogério,
    super inteligente esse comentário de Andrey Cavallazzi. Fui no jogo sabado e também fiquei decepcionado com os torcedores que vaiaram o nosso maior ídolo, um camisa 10 criado inclusive nas categorias de base do nosso LEÃO. Fiquei muito triste com a saída do Marquinhos, mas ele com 29 anos tem que pensar na sua carreira e na sua família e com um contrato de três anos com aumento considerável em seu salário mensal, não teve como recusar. O que me preocupa é que quando tem time interessado em um jogador do Avaí, vem e leva. Isso é preocupante. Espero que a Diretoria analise bem propostas em Renan, Julinho e Willian e que tente manter esse jogadores. Que faça contratações de qualidade, uns 4 ou 5 jogadores para o Brasileiro desse ano. Não quero que o Avaí passe pelo sufoco de 2010. Que Marquinhos seja feliz no Grêmio e que faça o gol da vitória nos jogos diante do nosso maior rival - o Figayra! Vá com Deus nosso anjo loiro e até a próxima!!!
    Aldori

    ResponderExcluir
  12. Caro Rogério, prezados AVAIANOS

    Não devemos misturar as coisas.O Marquinhos é um grande ídolo da torcida por tudo que fez. Mas, isso não o isenta das más atuações neste último retorno. Em 2011 não fez sequer uma boa partida, esteve muito mal em todo o campeonato estadual e inclusive na Copa do Brasil. Não conseguiu jogar, esteve mal fisicamente quase todo o tempo e não conseguiu entrar em ritmo de competição. Suas últimas atuações demonstram isso, é um jogador sem velocidade e sem força, perde todas as divididas, perto todas as jogadas de corpo, é um jogador fácil de ser marcado. Não é por má vontade, em alguns jogos tentou se superar. Por isso perdeu o brilhantismo. Culpar o Silas por isso é no mínimo injusto. Vejo jogadores bem mais velhos que o Marquinhos com ótimo rendimento. Iarley, Pet (em 2009 foi fundamental na conquista do Flamengo), Seedorf do Milão e tantos outros. O Marquinhos deixou de ser atleta para ser apenas um jogador de futebol. Hoje em dia só talento não basta.

    Quanto as promessas, precisamos ser realistas, o Marquinhos diz aquilo que a torcida quer ouvir. Falou demais e o AVAÍ foi muito permissivo com ele.
    Independente das vaias de sábado o Marquinhos iria para o Grêmio, faltou ele assumir isso publicamente. Ele não jogou no AVAÍ de favor, estava sendo muito bem pago e é dos ídolos que se deve cobrar, chega de passar a mão na cabeça, deu, que seja feliz no extremo sul.

    Para encerrar, ele não é insubstituível, precisamos é remontar o grupo isso sim deve ser prioridade zero. Na minha análise todos os novos deveriam chegar ainda esta semana. E aqueles que não servem devem deixar o clube o mais breve possível e não esquecer de mandar o Gustavo junto.



    Saudações AVAIANAS

    Paulo Portella

    ResponderExcluir
  13. Uma frase só!

    Futebol é dinheiro e não paixão!!

    Pago levo e pronto, dificilmente veremos jogadores como marquinhos identificado com o clube porque ele é de outra geração, talvez ele seja o último, isso porque a medida que se profissionaliza jogadores passam de atletas para um produto de negócios!

    Agora dizem por ai que essa "venda" não foi bem uma "venda" né tio zunino mais uma vez disse que ia cobrar e no final não cobrou! ficou bom só para um lado o Marquinhos que vai ganhar um monte de dinheiro MERECIDO mas o Avai ficou com pouco e ainda vem um pangaré do sul terceiro reserva do gaymio pra "compor" elenco, ou vocês acham que vem o fabio rockemback ou o douglas! no maximo vem o Bebilson!!

    Marquinhos veio e fez sim boas partidas, comandou como pode o esquema fracassado do SILAS e suas teimosias, que pelo jeito aquele celular só tem falado besteira pra ele que é o único culpado por todo o nosso fracasso até agora!

    ResponderExcluir
  14. Andrey Cavallazzi Freitas31 de maio de 2011 12:15

    Quero apenas rebater as acusações de que eu estaria creditando a saída do Marquinhos a apenas as vaias da torcida. Não fiz isso em nenhum momento, como está claramente documentado no trecho do próprio texto: "Se havia alguma chance da permanência do Marquinhos para o resto da temporada, ela foi sepultada em decorrência das vaias irracionais de mentes iluminadas no jogo contra o Atlético-MG."

    Defendi e continuo defendendo que o papel da torcida do Avaí deveria ter sido outro. Deveríamos ter feito a nossa parte para, de alguma forma, sensibilizar o nosso maior ídolo. Não sei até que ponto teríamos o poder de reverter a situação, mas garanto que as vaias não foram a melhor solução.

    Quanto à declaração na qual ele teria admitido má fase, tenho uma interpretação um pouco diferente e a expressarei em forma de pergunta. Quantas vezes, em uma simples discussão cotidiana, você já recuou ou deixou de contestar uma opinião alheia pelo fato de seu oponente ter se mostrado irredutível logo de início? As críticas em cima das atuações do Marquinhos nesse primeiro semestre foram tantas que é perfeitamente natural esse recuo, principalmente diante das câmeras. É importante deixar claro que, na entrevista de ontem, Marquinhos admitiu não estar em sua melhor fase, mas negou que sua passagem em 2011 tenha sido decepcionante.

    Não tenho o menor problema em ser questionado e acho natural que um texto polêmico gere opiniões contrárias. Apenas peço que não distorçam o que foi escrito.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.