sábado, 21 de maio de 2011

Marquinhos: esperança na permanência

Esta situação de Marquinhos, surgida no fim desta semana, em relação ao Grêmio me assusta um pouco. Não vejo o Galego saindo do Avaí neste momento, mas este assédio do time gremista é de assustar.

O que me deixa esperançoso na permanência dele[é que não vejo a proposta como muito vantajosa em relação ao que Marquinhos ganha de salários, nesta divisão entre Santos e Avaí, já que cada um paga uma parte.

E também no fato de que Marquinhos já manifestou a intenção de ficar. Não vejo Marquinhos com a camisa do Grêmio. No Santos ele foi titular na maior parte do tempo, levantou a taça do campeonato paulista e da Copa do Brasil jogando as duas finais, mas no Grêmio a coisa é diferente, e o momento do clube gaúcho para quem chega agora é péssimo.

Eliminados da Taça Libertadores e derrotados na final do gauchão dentro de casa para o principal rival, o clima lá é de muita cobrança. Claro que estou escrevendo isso com a esperança de que Marquinhos leia ( o Professor Mesquita, seu mentor, com certeza lê) e leve em consideração na hora de tomar uma decisão.

Eu particularmente levo o lado profissional dele em consideração, acho que a questão financeira pode pesar nesta situação, Marquinhos tem 29 anos, mas como disse acima, financeiramente não vejo vantagem.

Se o Grêmio aumentar o proposta, com um salário muito maior, e com pagamento absurdo de luvas, daí eu mesmo farei questão de dizer que se ele sair eu entenderei. Fora isso, torço por sua permanência.

4 comentários:

  1. Além do professor Mesquita, ele pode falar com o Silas, William e Ferdinando pra ver como é a pressão por lá. Nunca tá bom (detalhe, o Silas foi campeão gaúcho).
    Para eles, jogador bom tem que vir do Real Madrid ou do Barcelona, e olhe lá!

    ResponderExcluir
  2. Na Boa, sei que cada profissional deve procurar o melhor para sua carreira, e com o Marquinhos não será diferentes.
    Agora se ele sair do Avai no meio da temporarada, da próxima vez que ele retornar ao Avaí, espero que ele seja recebido pela torcida como um bom jogador que é, com respeito ao profissional, e com as cobranças que são feitas a qualquer jogador. Não mais como o salvador da pátria apaixonado pelo Avai.
    Apaixonados somos nós torcedores, e ele, como torcedor também ja demostrou esta paixão pelo Avai quando chorou após a confirmação da permanencia na serie A. Mas como profissional ele está buscando o melhor para a carreira dele, o que não necessariamente é o melhor para o torcedor avaiano.
    Se perdermos o Wilian, Julinho e principalmente o Marquinhos, perdemos a espinha dorsal do time montado, e nos vimos quanto tempo levou pra acertar. Imaginem fazer isso durante o brasileirão...

    ResponderExcluir
  3. Após o desabafo, a verdade é que ainda tenho esperança que o Marquinhos cale a minha boca e fique no Avai. Se Deus quiser...

    ResponderExcluir
  4. Acharia normalíssimo que ele saísse, fosse procurar mais dinheiro, por profissional que ele é. Isso até ele pronunciar frases como 'não quero sair nunca mais', ou 'só saio se me mandar embora', ou, por último, 'não há dinheiro que pague o prazer de eu jogar aqui'.
    Ninguém pediu para ele falar estas frases. Falou porque quis. Se sair, vai ter que ser cobrado pela mentira. E perde boa parte do espaço no coração do torcedor.

    Mas, claro, prefiro acreditar que é tudo verdade, verdade, aliás, que ele sempre falou.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.