sábado, 28 de maio de 2011

Premiação 2

Já que abri ontem espaço para a polêmica postagem do Roberto Costa sobre premiação, tenho o direito e dar meu palpite sobre o assunto.

Segundo o Roberto, em 92 o Avaí teve problemas com os jogadores sobre isso, pelo menos foi o que o ex-Presidente Pico falou para ele.

Pelo que assisti no jogo de quarta-feira na Ressacada, e isso ninguém me tira da cabeça, não foi corpo mole de nenhum jogador. Não posso acreditar que um jogador de futebol, frente a 20.000 torcedores do seu clube, tenha a coragem de fazer corpo mole por causa de dinheiro.

E para encerrar. Vi o Vasco fazer a melhor partida de futebol nos últimos 3 anos, isso por si só decretou nossa derrota. Se quiserem ficar acreditando em outras especulações vai de cada um. Não esqueçam que em menos de 24 horas, por exemplo, Carlos Alberto estava no Avaí e no final acertou com o Bahia. Separem notícias de especulações, por favor.

2 comentários:

  1. Rogério, em 92 foi dinheiro. Exemplos de corpo mole por dinheiro não faltam. Tens total razão nessa tua preocupação entre notícia e especulação, mas, ainda que o Vasco tenha sido superior - e foi mesmo - não poderíamos ter ficado na roda como ficamos. Pra mim, só o futebol jogado não explica a complacência do time frente à realidade de quarta passada.
    Mas é minha opinião.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. ROGÉRIO, usei o exemplo de 92 para tentar explicar o porquê de um time dar o máximo de si uma semana antes, derrotando com sobras e em situação desfavorável o grande São Paulo, e na semana seguinte jogar burocraticamente contra o Vasco. Na minha "carreira" de torcedor já vi time sair de campo derrotado e mesmo assim aplaudido, com reconhecimento pela torcida de que houve luta, vontade, garra. A torcida é inteligente, sensível, difícil de iludir, mais do que sonham os jogadores e sabe claramente distinguir uma pantomima de uma batalha real. Naquele jogo com o Vasco, com excessão de uns dois ou três guerreiros, vimos um bando de maus atores. - Roberto Costa

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.