quinta-feira, 26 de maio de 2011

Silas perdeu mais uma!

ROGÉRIO,

Silas perdeu mais uma.

Em noventa minutos não viu que William, nosso mais efetivo atacante estava anulado por severa marcação e não fez nada que pudesse ajudá-lo.

Perdemos praticamente todos os rebotes, seja à frente de nossa área, seja à frente da área do Vasco, o que mostra um time mal posicionado em campo. Em noventa minutos Silas não percebeu.

A facilidade de penetração em cima de nossa ala direita, no segundo gol do Vasco, já havia acontecido antes e não teve correção.

Após o primeiro gol passamos a jogar contra o relógio também e Silas pensou uma eternidade para colocar Rafael Coelho em campo.

Ah, e continuam os "mistérios." Que "mistério" faz que Felipe e Revson joguem e Emerson Nunes seja banco?

Que "mistério" impediu que Batista fosse testado na lateral, quando tínhamos carência nesse setor?

Ficamos noventa minutos sem jogar e nenhuma mudança ocorreu, seja de ânimo, de atitude, seja tática.

Silas perdeu mais uma.

E vem mais pedreira depois de amanhã. - Roberto Costa (O nosso).

2 comentários:

  1. A atitude do Silas em relação a esse jogo foi interessante, ele disse na rádio que não jogaria pelo empate, porque não seria correto, mas colocou o time num 3-6-1, tendo só o sonolento Marquinhos do Gremio para armar o time, enquanto o William, sozinho, enfrentava toda a defesa do Vasco.
    Além de fazer uma improvisação burra na lateral direita.
    Infelizmente vamos pro brasileirão, ainda, com esse retranqueiro.

    ResponderExcluir
  2. Rogerio, sem Bruno e Diogo Orlando. Perdemos o equilibrio. Bruno marca mais que Acleison, se doa mais pro time. Já Diogo Orlando tem mais velocidade e senco de colocação de lateral direito do elenco atual. Portanto, o que pessou foi a falta de um bom elenco. Ponto Final. Precisamos fazer a limpa dos que não mostraram nada (Romano, Para, Acleison, Arthuro, Mauricio Alves, Evando, Rafael Coelho, Felipe) equalificar o elenco deve ser a palavra de ordem.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.