sexta-feira, 10 de junho de 2011

As nuvens do vulcão...

A mesa bicuda levou para entrevista Renan Dalzoto e Marcos Teixeira, da admnistração barbye. No programa os dois convidados buscaram explicar as circunstâncias do contrato do jogador Heber, que joga no brócole, certamente porque torcedores barbyes devem estar estranhando alguma coisa, devem querer entender, torcedor é assim, tem essa mania boba de querer saber as coisas em detalhe.

Escutei com muita atenção e fiquei um pouco confuso, mas há que se dar um desconto, porque com essa nuvem do vulcão cobrindo os céus, tudo fica mais difícil de entender, e as coisas claras podem ficar opacas.

Os meninos da mesa não estranharam muito, ficaram satisfeitos com a explicação final, muito clara, claríssima: O Heber está registrado no Coimbra, mas na verdade é do brócole, que vai mandar e desmandar nele até 2014, e o jogador só vai sair do Scarpelli quando o brócole quiser e por quanto o brócole pedir.

O BMG, que pagou tudo, parece que não vai ter ingerência em nada. Interessante é que todos engoliram enrolado, ninguém foi a fundo, ah, é claro, tem o lance do café.
Pessoal, quem tem casa própria, registrada em seu nome, tudo documentado, bonitinho, que vá botando as barbas de molho, parece que as coisas estão mudando radicalmente no campo do direito.
Anão esteve mansinho, mansinho. - Roberto Costa (O nosso)

Nr: Cara metido este tal de Roberto Costa...

3 comentários:

  1. O que eles falaram está certo, esse banco é famoso mundialmente por não ter o lucro como objetivo em suas transações. Adora ter prejuízo e pagar sem ter qualquer controle.
    Por isso o nome é BMG - Banco Muito Gaiato.

    ResponderExcluir
  2. Esse "tal" de sobrenome homônimo ao do "Dotô - Nacional" (para não confundir com o Dotô Regional - Barbudo), pelo que ouvi dizer é sobrinho do "hômi", ou não?

    Se for mesmo, e parece que é, vocês acham que a Barbie, estando "bem acompanhada", sofre algum risco de rebaixamento?

    Em sendo como foi na B, ano passado, a arbitragem não vai atrapalhá-la...

    Só pra lembrar, em que pese a Série B do ano passado ter sido uma BABA (apenas o Coritiba com um bom time, o resto...era resto mesmo), a Barbie subiu sem ter qualquer tipo de problema com arbitragem, muito pelo contrário.
    Já não seria efeito do sobrinho do "hômi" trabalhando na Barbie?

    Na Barbie o time que mais joga, desde "priscas" eras, é o do "Alô Dotô"...

    Então, o Avaí que trate logo de sair da zona da degola, pois, a Barbie, ao que tudo indica, está bem protegida...

    ResponderExcluir
  3. JUNIOR, eu já dei um aviso, que três clubes catarinenses na série A tem gente que vai achar exagero, já cantei essa pedra. Que a diretoria esteja acordada e previna antes que as coisas aconteçam. Não esqueçam que o árbitro de Santos X Avaí já aprontou como quis, embora não tenhamos jogado nada. - Roberto Costa

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.