segunda-feira, 6 de junho de 2011

Está difícil manter as convicções

Manter o slogan "contra tudo e contra todos" está praticamente impossível. O Avaí não se ajuda. Os jogadores tem aceitado as derrotas com passividade, o treinador está perdido e o Departamento de Futebol nem se fala.

Tudo isso reflexo das pixotadas da Diretoria, que não se mexe, demora para tomar decisões e não tem pulso firme.

"Não sai ninguém" diz em determinado momento e vemos sair Marquinhos e Renan. Já dei minha opinião sobre a saída deles, achei natural, mas principalmente no caso do primeiro, não me venham com "dentro do grupo temos jogadores que podem substituí-lo", por favor, ninguém aqui é bobo.

Não entendo como o clube não tem um observador para contratações futuras. Uma "apostila" com jogadores que um dia podem vir a ser contratados. Uma relação de laterais, zagueiros, atacantes, e etc, para a reposição em caso de saídas.

Até eu, por hábito, sempre ia selecionando jogadores na época da série B, que eu achava interessante. Jogadores como Léo (Gago), Ralf, Anderson Aquino, Sandro Silva (ex-palmeiras), Junior Viçosa, e outros, que hoje fazem ou fizeram sucesso na Série A são encontrados nos meus rabiscos.

Quando teremos, finalmente, um departamento de futebol, ágil e com soluções rápidas para nossos problemas?

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.