segunda-feira, 6 de junho de 2011

Os menos culpados...

Para mim os jogadores são os menos culpados. A não ser que tenha uma turma, que, por qualquer motivo esteja de corpo mole. A não ser que tenha uma turma enchendo os cornos na "night" de Florianópolis.

Por que digo isso? Vou dar um exemplo absurdo. Imaginem eu receber um ligação do Mauro Galvão falando o seguinte: Pô Rogério, estamos com dificuldades em achar um lateral direito, soubemos que tu jogastes umas três peladas nesta posição, "tax" a fim?

Ôpa, me encho de orgulho e já solto a seguinte frase: "Pode ser, mas e o salário?". "Quarentinha por mês, tá bom pra ti?", responde ele.

Vocês acham que eu vou dizer que meu joelho direito anda doendo, que sou ruim pra chuchu, que mal e mal era goleiro de pelada? Claro que não, vou fazer que nem todos os boleiros do mundo e PENSAR NA MINHA FAMÍLIA, que é a frase mais usada!

A historinha acima é bem tosca, mas a culpa o que quero demonstra é que a culpa é de quem contrata. De quem contrata o treinador, o gerente de futebol e os jogadores. A culpa portanto é lá de cima, da diretoria. Ou não é?

Ah, mas eu não fui contra a contratação do treinador, do Mauro Galvão e de um monte de jogadores... é verdade, mas eu sou torcedor, não sou especialista e não lido com futebol, só dou palpite e que nem são levados em consideração mesmo, fico falando sozinho...

Para encerrar a postagem, meio sem sentido, o time tem que continuar sendo apoiado, é o que nos resta no final das contas, mas o restante tem que ser cobrado sim, vamos separar o clube, das pessoas, e ajudar o Leão a sair dessa.

5 comentários:

  1. TORCEDOR AVAIANO, NÃO SE HUMILHE. O AVAÍ NÃO TE QUER!

    Pelomenos não quando não está ameaçado de rebaixamento.

    Quando a festa está bombando, ele não te deixa entrar. De jeito nenhum. Você fica fora!


    Mas fique atento: Agora, ele está na lanterna, em ultimo lugar. Ele sabe, que só os sócios que ele tanto preza, não dão conta de encher o estadio, pois não são suficientes em numero, nem de apoiar o clube e tirar o time da lama, pois muitos não tem esse espirito( com algumas várias exceçoes, sim, resistentes a elitização. )

    Isto foi provado e fatalizado em 2010. A festa estava fraca e desanimada, era necessário chamar as pessoas para anima-la.

    O preço do convite baixou, baixou bastante. Você foi convidado a voltar.

    E você, com todo seu amor no coração, que a tempos estava afastado sem poder ir, voltou.

    Foram mais de 81.000 torcedores em 6 jogos com valor acessivel. Algo jamais visto dentro da Ressacada. Reageleão, alegria de voltar aos jogos novamente. Você ficou feliz, ajudou a salvar o seu time da queda.

    Em 2011, quando você achou que haviam aprendido a lição, ele te expulsou denovo. Não havia risco algum! Portanto, você voltou a ser desnecessário.

    Mas fique atento! Esta semana você será convidado denovo! Talvez de forma meia boca ou com alguma condição, tendo que pedir carteirinha, apostar na timemania, ou alguma outra condição besta. O resto de feira-total é só lá no desespero.

    Cabe a você, decidir. Vai se humilhar outra vez?

    ResponderExcluir
  2. Chega de Silas e Mauro Galvão! Silas até hoje não tem a convicção de um time, hora diz que é 3-5-2, hora diz que é 4-2-3-1. E só diz mesmo, porque mais parece que o time joga no 4-4-corre, tamanha a falta de padrão. E o Mauro Galvão é muito boca-mole, parado demais! Fomos lanterna do Catarinense durante 6 ou 7 rodadas e ele lá, com aquela cara de "não é comigo", vão esperar acontecer o mesmo no Brasileiro? O Moisés Cândido foi demitido hoje do JEC, é só fazer o simples, admitir o erro de tê-lo mandado embora e trazê-lo de volta! Depois, é só confiar nos reforços do LA que vai dar tudo certo! Em parceria que está dando certo, não se mexe! Diretoria, admitam que o trabalho desse ano está sendo MUITO mal feito e acertem as coisas o quanto antes! Não podemos e não vamos passar o sufoco do ano passado novamente! Parece que não aprenderam nada com o caminhão de erros que cometeram em 2010! Reage, Leão! Saudações avaianas!

    ResponderExcluir
  3. Os menos culpados e as maiores vítimas pois estão lá somente cumprindo as ordens burras do Silas e este está queimando todos eles, como já queimou o grande ídolo do Avaí Marquinhos Santos. Marquinhos foi humilde e preferiu sair do Avaí antes que queimasse o Silas, ele já havia pedido um parceiro no meio-campo desde a derrota no clássico na Ressacada e os melhores jogos do Avaí no ano foram qaundo Marquinhos jogou ao lado do estrada, no clássico no Scarpelli e a vitória em cima do São Paulo na Ressacada.
    Silas é o grande culpado, mas não único, pois a diretoria, mesmo que tenha feito um ótimo elenco SIM, tem sua culpa por ter insistido por tanto tempo nesse burro projeto de técnico.

    Grande abraço, Celso Jr.

    ResponderExcluir
  4. Se não trouxerem reforços de verdade e se trouxerem um Pep Guardiola da vida e o Avaí continuar perdendo, sempre o que nos restará será continuar apoiando/incentivando mesmo...

    abs

    ResponderExcluir
  5. Também acho que o verdadeiro culpado é um semi-profissional, meia colher, que se acha grande técnico e tem convicções burras, defasadas, anacrônicas, e o pior é que não tem inteligência pra mudar suas convicções.
    Não tem um esquema de jogo decente, nem pra time de bairro, e a diretoria mantém esse incompetente, como se ele fosse um grande técnico, um grande vencedor.
    Não é só o preço que afasta torcida da Ressacada, mas também o futebol ridículo que nosso time apresenta.
    Se ele não quiser ir pra Arábia, que vá pra...
    mas que não fique no Avai, direcionando o time pra Série B.
    O problema é que quando estivermos na Série B, ele pede pra sair, daí a nossa ágil diretoria, estimulada pela rapidez do Mauro Galvão, vulgo Kid Relâmpago, achará, rapidamente, um novo técnico, com certeza ainda pior do que o retranqueiro atual.
    Zunino, fazes o que no Avai? Não estás acompanhando o campeonato?
    Tás esperando o que istepô?

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.