quarta-feira, 1 de junho de 2011

Saída de Renan por outros ângulos.

Voltando ao final de 2010, lembro do seguinte, a torcida do Avaí apavorada com a titularidade de Renan, que jogava adiantado e tomava gols de todos os lugares do campo.

Renan era uma unanimidade negativa. Ao final do ano ou início de 2011, as perspectivas do goleiro no Avaí eram as piores. A torcida o achava fraco, o empresário do jogador acusava o Avaí de um monte de coisas, e o goleiro chegou a ser ameaçado de ser emprestado ou de treinar em separado.

Como o Avaí não contratou goleiro em 2011, Renan foi reintegrado ao grupo. Acabou que com a péssima fase de Zé Carlos, Renan voltou a titularidade, e voltou a falhar como em 2010.

Então tínhamos um goleiro jovem, falhando, com problemas de relacionamento com a diretoria do clube. Ou estou pintando um quadro mentiroso?

Mas daí veio o jogo do São Paulo e uma sequência de jogos muito boa de Renan com a camisa avaiana. Ele logo despertou o interesse de outros clubes...

No meio disso tudo temos o goleiro Aleks, alto, com agilidade, mais jovem que Renan e que recentemente esteve no Sul-Americano com a Seleção Brasileira sub-19. Aleks chama a atenção pelo empenho e desempenho nos treinamentos. É uma jóia rara, mas que tem que esperar sua vez, pois Renan está em boa fase, tem mais experiência e uma convocação para a Seleção Brasileira, e por isso tem grandes chances de disputar as Olimpíadas de 2012.

Renan tem o valor de direitos econômicos fixados e o interesse de clubes ou investidores em levá-lo, e em futebol os espertos aproveitam o momento para negociar seus atletas, e eu entendo que o momento é este.

Ah, então estas defendendo a diretoria na venda do Renan. Estou sim, acho que é chegado o momento da venda dele, tudo nos favorece neste momento.

Não concordo com a saída de outros jogadores, como Julinho e William, por exemplo, e acho que estes não sairão mesmo, mas se saírem vou colocar a boca no mundo, para estes não é momento.

A venda de Renan é natural, e deve de fato acontecer. Resta a diretoria usar o dinheiro que ganhará com Renan, e que seja o valor estipulado, com sabedoria, e que já tenham o nome de um goleiro para contratar.

É chegada a "Era Aleks" no gol do Avaí, vamos ver se de fato temos uma "jóia" em nosso elenco.

9 comentários:

  1. Concordo que tem que vender mesmo, mas com planejamento. Vendendo o Renan hoje, o Aleks já entra num caldeirão, com o time no Z 4, e o pior: ele é o ÚNICO goleiro do elenco profissional.
    Eu to muito preocupado. Acho que o Avaí, do jeito que está conduzindo as coisas, precisa rever urgentemente o quer para 2012.
    ABS

    ResponderExcluir
  2. Rogério to contigo! acho que o Renan para um clube como o AVAI chegou a um nível bom de valorização isso porque a nossa chegada as semis da copa do brasil expos o clube e seus jogadores a patamares jamais alcançados e todos sabemos que fazer uma campanha como a de 2009 no brasileiro pode até acontecer mas não se programa, ou seja, talvez com uma campanha igual ou melhor aquela que talvez tenhamos exposição igual ao da copa do Brasil mas todos sabemos que a posição de goleiro talvez seja a que se tem menor remuneração entre os atletas e com uma boa proposta o Avai não deve perder o bonde, UMA BOA PROPOSTA não me venham com troca pelo zezinho da lateral direita ou o bananeira que já deu caixo no ataque e duas duzia de bala xaxa de abacaxi!! o Avai tem que pega CASH, money bota a mão na grana!!

    No mais bota Aleks pra fechar o gol e contrata mais um ai!

    ResponderExcluir
  3. Muitooooo bemmmmmm. Concordo em tudo com vc Rogerio ! E por favor, vendam rapidinho antes q ele volte ao normal !!!!

    Marcelo Alves

    ResponderExcluir
  4. Acho que o Avaí precisa de peças de reposição;
    Precisa fortalecer o time;
    É necessário traçar metas com o grupo;
    diminuir a quantidade e aumentar a qualidade;
    Pra mim chega de Marquinho, Batista, Pará, Romano, os meninos que nunca deram certo, o cunhado do Fernandes, Rafael Coelho na condicional, Emerson Nunes vai ser usado(?), Gian, Gustavo, 300 auxiliares técnicos que não enxergam o jogo, MKT fraco, Mauro Galvão não mostra serviço,....

    Brincando o clube desonera a folha em pelo menos 30%.

    Qualquer clube ou empresa precisa de gente boa, inteligente, com qualidade e que tenha vontade de vencer.

    Chega dessa raça de aspone e desses jogadores que não mostraram nada esse ano.

    Se é pra mexer agora, então que façam uma limpeza geral e bem feita.

    Abs,

    Fábio

    ResponderExcluir
  5. Boa Rogério..

    Parece que o Morais e Edno estão sendo envolvidos na negociação, inclusive com parte dos salários pagos pelo Corinthians! São 2 ótimos reforços.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. E torçamos para que o Corinthians não leia o post e os comentários e desista, hehehe

    ResponderExcluir
  7. Ricardo Bittencourt1 de junho de 2011 12:02

    Concordo com tudo. Só me preocupa essa falta de planejamento.
    Tínhamos 3 goleiros: Zé Carlos - apesar de jovem era experiente, com alguns Campeonatos Brasileiros, vários Estaduais e algumas outras competições. Goleiro com potencial mas que começou o ano mal, assim como no ano passado. Renan - Alguns jogos em Estaduais, algumas aparições no Brasileiro e algumas aparições em outras competições. Goleiro criticado por boa parte da torcida apesar de ter suas virtudes. Aleks - Goleiro com muito potencial, jogou somente jogos de base (tanto no clube quanto na seleção), a sua maioria para no máximo 100 expectadores.
    Agora temos 1 goleiro, e justo aquele que nunca deve ter jogado para mais de 1000 pessoas e temos um campeonato brasileiro inteiro pela frente.
    O Vasco por exemplo, ao sofrer uma pressão do Tiago, que viu que não iria ganhar a posição do Fernando Prass, foi emprestado ao Bahia porém, com uma cláusula que previa o imediato retorno do goleiro em caso de contusão ou negociação do Prass. Como o Paraná joga a série B, não teria problemas do Avaí incluir uma cláusula desse tipo e emprestar o Zé, ao invés de simplesmente ele sair de graça, como muitos já fizeram. Teríamos desse modo, um goleiro experiente para o Brasileiro e o Aleks pegaria experiência de ficar no banco em jogos para 10, 20, 30 mil expectadores, participar das viagens, concentrações, teria a chance de jogar alguns jogos e quem sabe, ser testado ano que vem como goleiro titular no Catarinense. Seria um cenário muito bom. Ainda mais que o Zé Carlos a gente conhece, ano passado ele chegou mal mas ganhou ritmo e teve participação muito boa no brasileiro. esse ano começou mal mas já vinha treinando bem novamente e pelos jogos do Paraná já deu para ver que está novamente com bom ritmo de jogo.
    Acho que o Avaí acerta ao vender o Renan, até porque acho que ele não é aquele goleiro maravilhoso e também pelo fato de goleiro dificilmente ter uma valorização tão grande. Tem que aproveitar e fazer dinheiro também.
    Agora espero que a diretoria passe a acertar mais do que errar no planejamento. espero que mais jogadores saiam do leão somente quando a multa recisória for paga integralmente.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  8. Acho uma boa a negociação, porque se o Renan está valorizado, vamos fazer caixa. Porém, é preciso já ter alinhavada a contratação de um outro goleiro, que não deverá ser o Eduardo Martini, em final de carreira.
    Também acho que na negociação o Avai tem que embolsar uma grana alta, porque na negociação do Marquinhos, falou-se, pelo menos foi o que ouvi, que o Avai deveria receber 2 milhões de dólares, mas parece que recebeu trezentos mil reais, com direito a trazer um jogador de quinta categoria.
    Quer dizer, o de quinta vai custar um milhão e setecentos mil dólares.
    Se isso for verdade, acho melhor fechar o clube.

    ResponderExcluir
  9. O que Rogério? O Zunino vendeu por R$ 5 Milhões um goleiro que o Cartola FC avalia por C$ 0,76 cartoletas...

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.