terça-feira, 7 de junho de 2011

Sobre o comentário da KK de Paula

Inoportuna a saída do Presidente do Conselho Deliberativo avaiano com os outros membros. Em um momento em que o Clube passa por uma grande crise no futebol o que se esperava era uma união de forças.

Não sei qual foi o real fator motivador da saída de Alexandre Espindola, mas como me falou um leitor do blog: "Parabens aos espertos do conselho que acabam de dar mais uma pauta para imprensa gaucha cair em cima do Avai e gerar mais uma crise em meio a outras crises."

É bem isso que eu penso, e como colocou de uma forma bem ponderada a Conselheira e blogueira Kátia de Paula, espero que cheguem a um denominador comum junto a Diretoria Executiva avaiana e aparem as arestas pelo bem do Clube, ou alguém do Conselho ou da Diretoria se acha mais importante do que o Avaí?

4 comentários:

  1. No momento que o time de alem pontes estava no fundo do poço houve a uniao entre todos, ate oponentes. Porque nos que nao chegamos la vamos nos omitir? O CD furou?

    ResponderExcluir
  2. Exatamente isso que penso. Munição e mais munição. A hora é de unir os que realmente querem trabalhar pelo Clube na busca de um Avaí sempre maior e melhor.
    Rogério, gostaria de te pedir um favor. Poderias postar em teu blog, muito lido, que não pretendo ser candidata nesse momento a presidencia do Conselho. Quando me aposentar, daqui a 3 anos, pretendo sim trabalhar dentro do Clube, mais ativamente, onde eu puder ajudar. Agora não dá. Não conseguiria conciliar meu trabalho na UFSC com a enorme responsabilidade de presidir o Conselho.

    ResponderExcluir
  3. Rogério

    O momento vivido pelo clube é muito delicado, a campanha na Série A é péssima e vejo poucas perspectivas de melhora, haja vista os erros cometidos no planejamento da área de futebol neste ano. Receio que a renúncia da diretoria do Conselho Deliberativo tenha impacto negativo agravando ainda mais nossos problemas. Decisão pessoal é complicado contestar. Um período de transição poderia ter ajudado na solução do impasse, preservando desta forma o nosso querido AVAÍ.
    Espero que a Diretoria Executiva e o Conselho encaminhem essa situação com a serenidade e que as vaidades sejam postas de lado.

    Saudações AVAIANAS

    Paulo Portella

    ResponderExcluir
  4. Rogerio,

    Peso que o momento não é nos preocuparmos com o que a imprensa vai falar. Aliás, acho que na verdade nós temos muito essa preocupação de tocar o pau na imprensa "gaúcha" e acho que só pelo fato de serem gauchos. Devíamos nos preocupar é com a bagunça que temos dentro de casa. Não temos no momento moral para fazer este tipo de comentário, me desculpe a franqueza. Porque para mim, pouco importa o que a imprensa hipocrita - e isso vale para gauchos e catarinenses - tem a falar do nosso LEÃO. Acho que o momento é fazer a faxina e colocar na barca todos aqueles que não querem ficar. Porque é muito fácil estar do lado e dar apoio quando o clube está por cima. Quando a casa é arrombada todo mundo quer pular fora?

    Como dizia meu avo: "Quando o barco começa a afundar, os primeiros a pular fora são os ratos"


    Saudações avaianas!!

    Carmen

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.