quarta-feira, 6 de julho de 2011

É hora de ir à Ressacada!

2 comentários:

  1. é ate uma vergonha colocar a foto do william..


    eh nitido que ta jogando sem vontade.. ele reclama com os companheiros o jogo inteiro.. quando tocam pra ele, ele n mata a bola direito, n faz nada direito..

    rafael coelho ta pesado, nao se movimenta..

    a maior diferenca entre o avai e outros time eh que quando alguem ta com a bola o time todo se movimenta para se desmarcarem, ja o avai.. ngm se mexe.. fica todo mundo paradao..

    ResponderExcluir
  2. Por favor, nao façam meus olhos sairem para fora ao ler estas coisas de sócio coraçao sua presença é importante. hahaah

    A diretoria passa 1 ano e meio expulsando a torcida do estadio com valores absurdamente fora do padrao da maioria, e agora, num momento péssimo do clube, de forma oportuna, acha que para ter lotaçao basta chamar a torciad em apenas 1 semana com um anúncio no twitter, um banner no site oficial, fazendo, ainda por cima, o pobre e humilhado torcedor afastado, ir lá fazer uma aposta na timemania pra ainda sim PODER trocar pelo ingresso?

    Estão de brincadeira. Com 3 pontos na tabela, precisando da torcida, ainda impondo condições por puro orgulho.

    Mobilização, é o que fizeram no final de 2010. Sem frescuras, sem troca de favores.

    Da um agrado, não impõe condição ao seu torcedor, mantém estes valores baixos por vários jogos como o colega acima falou para o torcedor pegar confiança de que depois não aumenta denovo, pra ver se com o tempo, de forma natural e gradativa a torcida não começa a voltar ao estadio.

    Ano passado mesmo com R$ 10/20 foi aos poucos. Começou dando 11 mil contra o Emelec, contra o Guarani, passou para 14 contra o Botafogo, até chegar em quase 18 por duas vezes contra Atlético e Santos.

    Muita hora nessa calma, o processo é bem lento, e exige bem mais esforço. Expulsaram, agora corram atrás, de forma correta.

    Se quiser digo aonde enfiar esta aposta da timemania.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.