terça-feira, 26 de julho de 2011

Fábio Santos e Marquinhos Gabriel

A saída dos dois jogadores ocorre de maneiras distintas. No caso de Fábio um desinteresse de Gallo em sua permanência, combinado com  o interesse do Vitória. O jogador não deu a contribuição esperada, e de quebra acaba com aquele "mantra" de que um jogador que arrebenta no campeonato paulista é um reforço certo. Bons jogadores existem em qualquer campeonato estadual, o problema é o cara se acertar por aqui.

Já Marquinhos Gabriel deixa claro que emprestar jogadores dos times considerados grandes pode ser uma grande roubada. Ainda acho um jogador com grande potencial, apresentou um pouco mais do que Fábio Santos, mas jogou mais vezes também.

Sai, para mim, de forma deselegante, pois apesar de ter uma cláusula contratual de que poderia sair a qualquer tempo o Internacional deveria deixá-lo cumprir o contrato até o fim, acho uma questão de cavalheirismo.

Que se avalie negócios futuros com o time gaúcho, já tivemos dificuldades no pagamento do empréstimo de Eltinho em outra ocasião. Espero que num futuro próximo os jogadores que saiam daqui para lá chegue ao Beira-Rio com um grande "ágio".

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.