terça-feira, 26 de julho de 2011

Gallo não se omite


Tenho ouvido diversas reclamações a respeito do técnico Gallo, algumas justas outras não.

Mas uma coisa ninguém ainda reclamou dele, chamando-o de omisso. Gallo está tentando montar o time, não se furta a alterar a escalação ou o banco de reservas de um jogo para outro.

Deixa claro que não existe cadeira cativa no time, que a vaga é por rendimento. Ontem, no treinamento, ele sacou do time Gustavo Bastos e Diogo Orlando, sinalizando que o rendimento deles tem sido abaixo do esperado.

Particularmente acho que ele demorou para achar o time, no entanto o fato de toda semana aportarem jogadores na Ressacada acaba atrapalhando esta definição do time titular.

Diferentemente do Pastor Silas, Gallo não é chegado a "patota" ou teimosias, quem não render, está fora.

5 comentários:

  1. Murilo Moreira

    Rogério, onde está o time????
    Banco de reservas é o que ele menso sabe compor.
    Omisso realmente ele não é, o problema é que ele não manja do assunto mesmo.
    E dou até uma dica ele certamente seria um bom gerente de futebol, pois pelo menos os jogadores que ele trouxe, podem até não dar certo, mas são bons jogadores, dai começa o problema dele.

    Novamente espero estar totalmente errado, mas se não for nessa será na próxima rodade que pegaremos a lanterna novamente.

    ResponderExcluir
  2. Pra quem acompanhou o time desde o inicio do ano, está claro que houve evolução dentro de campo.
    Sobre Gustavo Bastos, acho que ele fala bem, tem um discurso seguro, mas como zagueiro titular não jogaria no meu time.

    Ressalto que o time está sendo formado, o que dificulta a montagem dos 11 + banco.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Eu, pelo que tenho visto, não me arrisco a dizer que o Gallo é um grande técnico.
    Também concordo que com esse entra e sai de jogadores na Ressacada, fica meio difícil definir um time, quer dizer, isso é bom mas também é ruim.
    Claro que tudo isso ainda é reflexo daquele planejamento horroroso que foi feito no início do ano, todo mundo sabe que os efeitos de um mau planejamento são duradouros.
    A diretoria está tentando dar a volta por cima, mas não há dinheiro bastante, imagino, para ações mais contundentes.
    Já passamos da décima rodada e o tempo vai encurtando rapidamente, diminuindo, severamente, os alcances das providências tomadas.
    Eu ainda tenho esperança de que o time saia dessa condição de rebaixado, mas confesso que não estou despreocupado.
    Zunino tem que chamar o Gallo e falar: Tá tudo aí, agora é contigo, escolhe os melhores e faz um time capaz de ganhar jogos e ir lá pro meio da tabela, tens até a décima quinta rodada pra começar a mostrar trabalho decente, senão, adeus.

    ResponderExcluir
  4. Não vejo evolução nenhuma...aonde já se viu jogar em casa com um atacante? .Lá no Rio de Janeiro tudo bem, mais em casa?.

    ResponderExcluir
  5. Justiça seja feita, retranqueiro ele não é. Às vezes sinto saudades do Silas, kkk.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.