segunda-feira, 18 de julho de 2011

O efeito Gallo

Remédio com efeito imediato só óleo de rícino! Pelo menos é o que dizem os mais antigos...

Pois Gallo não é este óleo, não teve efeito imediato, mas a partir da goleada com o Palmeiras ele já detectou muitas coisas, como a preparação física, o estilo "não marcador" de alguns jogadores e etc.

Gallo não chegou falando baixo e nem foi afável, pelo contrário, chegou com discurso forte, cobrando e passado o susto inicial o grupo abraçou-o.

As informações que tenho sobre a forma de trabalhar, de um funcionário avaiano é a seguinte "nunca vi um técnico tão trabalhador".

É cedo para colocar um selo em Gallo e dizer "é um baita treinador" mas já deu outra cara ao time, está arrumando a defesa, e em pouco tempo teremos um time mais estável. Continuo acreditando.

6 comentários:

  1. Pra mim, hoje, estar contra o Gallo e estar contra o AVAÍ!

    (Era aqui que eu pretendia comentar...)

    ResponderExcluir
  2. Gallo é um remédio homeopático, você leva um certo tempo para ver o efeito. Ele aos poucos está acertando e estamos vendo isso a cada jogo. É absurdo querer uma mudança de um dia para o outro. Eu também continuo acreditando.

    Saudações!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a Gi, até mesmo porque se errarmos de novo e tivermos que trocar de técnico é porque a coisa ta feia e ai não vejo mais solução. Vida longa ao Gallo, abraços!

    ResponderExcluir
  4. Sobre o Gallo e o crescimento do Avaí, além do comentado, lembro que contra o Grêmio fomos garfados e contra o Bahia a mesma coisa. Lembram do gol anulado no final sem explicação?
    Isso faz parte do jogo, mas somando mais 4 pontos estaríamos fora do Z4.

    Abs

    ResponderExcluir
  5. O Rogério, você só posta os comentarios que são a favor do nosso GRANDE TREINADOR! esta parecendo que o galo tem Advogado para defendelo.

    ResponderExcluir
  6. João Batista! Os comentários que tivemos hoje foram esses.

    O blog não tem culpa que após a vitória de ontem seus críticos deixaram de comentar.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.