quinta-feira, 7 de julho de 2011

Rapidas pinceladas sobre ontem

As dificuldades enfrentadas pelo Avai estão claras. Se a zaga melhorou com Welton e Gustavo, a ausência de Batista e Bruno foi sentida. São coisas naturais num time que está sendo montado (ou remontado durante o campeonato).

Temos que fazer um exercício que parece óbvio: o time da “era Gallo” tem 3 jogos.  A melhora ainda é pequena, mas pode ser sentida.

A “jogada ensaiada” do escanteio (simples, mas que deu melhor aproveitamento da bola na área) resultou em gol. A entrega do time é indiscutível. No finalzinho da jornada veio a informação de que Fábio Santos provavelmente fraturou o nariz, brigando pela bola e ao mesmo tempo sendo vaiado porque pediu atendimento médico...

Tivemos mais um gol anulado equivocadamente pela arbitragem quando estava 2 x 2.....enfim, vai ser duro, mas eu ainda acredito.

4 comentários:

  1. Desculpa Rogério, mas a única coisa que consegui enxergar foi que o Avaí tem um time fraquíssimo. Quando o time é ruim, os deslizes da arbitragem realmente fazem diferença. Tem muito jogador ainda andando em campo pra bater escanteio, para repor a bola etc. Estou desanimado.

    ResponderExcluir
  2. Meu querido! A zaga não melhorou em nada, não ganham uma jogada aérea, tanto na defesa como no ataque (sem falar que quase saiu mais um gol contra) isso que são 2 gigantes. É uma dupla de patetas!

    ResponderExcluir
  3. Rogério, de tanto taparmos o sol com peneira é que a coisa esta deste jeito; eu, fui no jogo e pra mim o Galo é burro ( trocar 2 jogadores no intervalo e o terceiro aos 25 minutos é a maior demonstração de burriçe ou imaturidade),goleiro lento, laterais que se você colocar um poste funciona melhor, sem contar Mauricio alves, fabio santos, zagueiros lentos e assim segue.

    ResponderExcluir
  4. O problema é que o time ainda está jogando um futebol muito ruim, inclusive, entregando muita bola pro adversário.
    Dá impressão que os jogadores entram nervosos em campo e sem treinar.
    O que fazia o Felipe lá fora, no primeiro gol do Bahia?
    O que faz o William no campo? Só mata na canela e não consegue fazer uma jogada que seja. Não lembro bem, mas acho que não chutou mais de uma bola no gol do Bahia, se chutou alguma, e isso é muito pouco pra um centroavante.
    O Fábio Santos é muito ruim, acho que tem que arrumar o nariz dele e mandar embora.
    O George Lucas tem que voltar rapidinho, porque esse Daniel é terrível.
    O técnico tá matando o Pedro Ken, que é, hoje, o melhor jogador do Avai, mas tem que correr pra defender, pra armar e pra atacar, tudo sozinho, porque não tem ninguém ao lado dele.
    Desse jeito logo, logo ele terá contusão e, daí, o time ficará ainda pior.
    Quando ele tirou o Rafael Coelho, que já foi tarde, ele deveria ter colocado o Estrada e, não, o Maurício Alves, que não é jogador pro Avai.
    O Gallo não deveria ter tirado o Robinho, deveria ter tirado o Daniel, pra entrada do Diogo Orlando.
    Sei que ainda estamos contratando, que o time pode melhorar, mas até o Gallo formar um time de verdade, que jogue futebol de Série A, nosso tempo pode acabar e a Série B será inevitável.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.