quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Reflexões de uma quinta-feira cinzenta...

O Avaí hoje apresentou uma grande contratação, vinda de um grande clube de São Paulo que foi repatriada no início do ano passado a peso de ouro. É um jogador que construiu uma sólida carreira na Europa e destacou-se pelos times que passou, disputando por alguns anos o principal Campeonato Alemão.

Hoje, no entanto, a imprensa da capital, como já se esperava, desdenhou da contratação do Avaí. Arranjaram problemas aonde não existiam e divulgam fatos afastados da realidade. Na mesa bicuda era evidente a inveja, enquanto o time do Estreito apresentou um jogador da série B, o Avaí, no dia seguinte, apresentou Lincoln, cuja carreira é conhecida pela nata da imprensa nacional.

O efeito do Café com Brócolis novamente foi visto. Enquanto um arranja um problema e esbravejava de ódio:
Está errado, está errado! Onde já se viu o Presidente do clube apresentar jogador!!!
O outro afirmava com a sua já conhecida "complacência e credibilidade":
A vinda do Lincoln para o Avaí é tratada como chacotada pela imprensa paulista.
O que posso dizer? A presidente do Flamengo no início do ano fez questão de apresentar o Ronaldinho Gaúcho. Alguém a criticou ou comentou esse fato como desabonador? É algo natural no futebol. Por sua vez, chacota da imprensa paulista? Aonde?

É impossível agradar essa imprensa de quinta(-feira). Se o Avaí traz jogador desconhecido, afirmam que é mais "Zé coquinho"... Já cansamos de dizer que Muriqui, Léo Gago, Emerson e muitos outros já foram desdenhados por essa imprensa. Agora que o Leão trás um atleta com pedigree, mais motivos para críticas. Não há o que agrade.

Tudo no Avaí é motivo pra críticas, não importa o que aconteça. Até reclamar do presidente apresentando jogador reclamam. Sempre procuram algo para despejarem seus venenos que só serve para um dos lados.

Pensando bem, essa é a imprensa mais coerente que já vi. Não estou doido não, é muita coerência. Não há como errar. Para eles só tem uma receita. Aconteceu no Avaí, então é motivos para críticas e tempestades. Já no outro lado, o clima é sempre azul, pelo menos tentam fazer parecer isso, pois na verdade é mais cinzento e nebuloso que o dia de hoje, pois o azul é nosso.

Dessa forma não há como perder a boquinha e o café com muito, mas muito brócolis. Receita infalível.

6 comentários:

  1. Otimo post.
    Se é jogador desconhecido é porque é desconhecido .... se é caro é porque é caro .... vai dar ciumeira e outras baboseiras.
    Nunca estão $ati$feito$.
    Dizer que foi chacota a contratação .... foi demais,
    Não sei porque ainda vejo esta M-e-R-d=A de programa .... vou fazer que nem meu mano André NÃO assistir mais essa droga.

    A.Miguel.

    ResponderExcluir
  2. Putz, eu também estava ouvindo. Foi duro. O mesmo que falou que a contratação é uma chacota estava com raiva (ou inveja), não sei.... Ele disse assim: "não quero nem saber como o Avai vai administrar essa diferença salarial no grupo....". Ou seja, ele parte do princípio que colegas de trabalho tem inveja do salário do outro colega de trabalho, mesmol sabendo que o outro é mais experiente, melhor.......será que ele tem inveja do salário do Bob também? Ah,ah,ah,ah....eles são cômicos.
    Priscila Nazaré - Coqueiros (Neta do Seu João Nazaré , ex-jogador do Leão)

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, concordo com vocês. Foi tudo muito estranho naquele debate. Um outro ainda disse assim "acho que eles não deveriam ter contratado este atleta, os times daqui não tem padrão para isso!". Ou seja, é como se ele tivessesentado num restaurante e olhado para a mesa ao lado e dito: "ele não pode comer camarão, tem que comer batatas fritas!". Acho que a Priscila resumiu bem: ficaram com inveja que o Avai conseguiu um bom produto em promoção. Ass: Raposa do Estreito.

    ResponderExcluir
  4. Daniel Dutra da Rosa12 de agosto de 2011 08:43

    Não adianta Rogério, o fato de o Avaí não ficar puxando o saco e oferecendo regalias à imprensa local é e será sempre motivo pra raivinha e geração de conflitos que não existem.

    Lincoln foi uma grande contratação e pelo que vejo a imprensa paulista se surpreendeu, pois outros grandes clubes tentaram acertar com o atleta. Em nenhum momento li algum tipo de desmerecimento.

    Engraçado que, quanto a contratação do outro lado não viu-se problema algum não é? Os 35 anos, a condição física e técnica questionável e o currículo magrinho (feito um garoto da Somália), nada disso foi motivo de "debate".

    Continuemos tranquilos... Sabemos que no final o resultado irá mostrar quem é quem em SC.

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. O engraçado qdo contrataram Ed imundo o papo era outro, é sempre assim qdo é o Avaí o bicho pega, VAMOS ETOAR AQUELE BELO CANTO... EI CBN VAI TOMATE CRU...




    Jc

    ResponderExcluir
  6. Marcelo Bertoluzzi12 de agosto de 2011 20:47

    Acabo de ouvir no programa CBN Esporte Clube (Rede Naional) a chacota que os comentaristas fizeram com a vinda do Lincoln para o Avai. Destacaram entre risadas o fato do jogador ter pedido de 7 a 10 dias para entrar em forma. Falaram que logo 10 dias vão virar 20 depois 30. A impressão que ficou é que o Palmeiras se livrou de uma bomba. Só espero que o salvador da pátria não vire o mico.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.