quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Palavras de William são nosso refúgio

Não é segredo para ninguém que nossa situação no campeonato é desesperadora. Poucos ainda acreditam em uma reviravolta que possa nos tirar lá de baixo e desta forma permanecermos na Série A.

De qualquer forma temos sim alguns que acreditam, e dentre estas pessoas estão os jogadores avaianos. Considero William o símbolo deste time. Um símbolo positivo, pois ele demonstra raça, garra, fé e não se esconde.

William continua com o discurso  de que nos salvaremos, e se tem alguém que devemos ouvir é ele, pois é o cara que pode resolver. Que eu particularmente estou desanimado vocês já devem ter notado, mas confesso que as palavras dele foram um combustível para mim esta semana.

É emocionante vê-lo falar, acho que o torcedor deve continuar apoiando os jogadores até o último minuto, até, de fato, não termos mais chances.

Sei que William não é o único do grupo que acredita, na verdade a maior parte deles segue as palavras de Batoré. Lincoln, Caçapa e muitos outros fazem coro com ele.

Não é o momento de deixá-los brigando sozinho, o mundo não acaba com as derrotas de nosso time do coração, a vida segue, o que não podemos fazer á abandonar antes da hora.

Contra o Botafogo teremos mais uma batalha, o time carioca é um dos favoritos ao título, e na tal matemática é o 2º com mais chances de conquistar o Brasileirão. E daí? Já vencemos Flamengo e Corinthians, temos condições de vencê-los também.

Vamos ajudar William mais uma vez, e também o Lincoln, o Dirceu, o Bruno, o Caçapa, o Felipe....

Para terminar: Não sei que campeonato jogaremos em 2012, mas um jogador tem que estar no elenco, independentemente de pedida salarial ou propostas de outras equipes, claro que estou falando de William. Já renovem com ele, façam um contrato "vitalício" ofereçam mundos e fundos, ele É sim um cara insubstituível e que tem seu nome gravado na história avaiana. Não esqueçam, MAIS UMA VEZ, que a economia agora sai mais cara no futuro. Renovação de William JÁ!

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.