sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O Caso Lincoln-Diogo Orlando - parte I

Primeiramente quero dizer ao amigo leitor o seguinte. Não vamos fazer defesa deste ou daquele, ou mesmo da diretoria. Aliás, as críticas e os fatos estão aí: pré-temporada ridícula, feita por amadores, além disso, Mauro Galvão, etc. etc. etc. Na próxima postagem abordo isto.

Aliás, já temos uma opinião definida e sabemos tintim por tintim onde ocorreram os erros. Mas agora precisamos refletir o seguinte: a vaca já foi para o brejo (deve ser o que chamam de Cown Parade). E aí surge um fato: atletas do Avai se desentendem durante e após um jogo.

Por acaso o fato “sai do vestiário” e vai para a imprensa (aqui uma breve parada para dizer que também já sabemos quem vaza cada informação do Avai para a imprensa – o nome será divulgado aqui após o término do campeonato). E a imprensa o que quer? Sangue! Exatamente isto. Sangue!

Ocorre que alguns torcedores avaianos, desatentos, não observam a estratégia. É claro que briga entre atletas é notícia. É claro que logo após o fato uma explicação mal dada pelo o Avai (ou não dada)  gera notícia. Mas não tão importante quanto a sonora goleada de 0 x 4 do time do estreito..... Na postagem seguinte falo sobre o fato e seus reflexos.

Um comentário:

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.