quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A primeira do ano...

Esta eliminação precoce da "Copinha" em São Paulo é a primeira decepção do ano. Incrível como não conseguimos ter uma regularidade nas categorias de base e continuamos apanhando quando "atravessamos a ponte".


Não sou daqueles que acha que por causa disso está tudo errado. Confesso que estou bem por fora do assunto "categorias de base" do Avaí, no entanto acompanho os resultados e vejo que o Avaí continua com grandes dificuldades neste quesito.

Se quisermos ser grandes um dia temos que arranjar alternativas para evoluirmos neste sentido. O ganho técnico e financeiro, em um trabalho bem feito na formação de atletas é a chave para o sucesso. Que o digam Santos e Internacional, os dois clubes que mais tem revelado jogadores e negociado para fora na última década.

Ah, e minha grande preocupação, ao contrário do que possa parecer, não é com os resultados em si, e sim pelo fato da gurizada não conseguir ascender aos profissionais, e quando o fazem é no desespero de um determinado momento, pois dificilmente tem qualidade técnica, e na hora de negociar um jogador, fato raro, o valor é sempre muito baixo. Temos que acordar!

2 comentários:

  1. Boa análise, Rogerio. Vou repercutir no meu blog. A preocupação que apontas é a mesma que eu tenho.

    ResponderExcluir
  2. A minha também, e confesso que uma das maiores com relação ao nosso Clube.
    Faz um bom tempo que não "criamos" jogadores em casa pra defender as cores do nosso profissional.
    A rota nas categorias de base avaiana precisa ser revista urgentemente.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.