terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Pro Avaí: birro! Pras Barbies: flores...

Coluna do Miguel Livramento no "Jornal" HoraSC de hoje:

Quem entende um pouquinho de futebol está vendo que, com este elenco, o Avaí não chega a lugar algum. Nos três jogos pelo Catarinense, o time mostra falta de qualidade em todos os setores. Pior é que não estou vendo movimentação dos dirigentes para contratações. Falta um volante que saiba proteger a zaga, um meia que tenha saída de bola, um meia armador organizador de jogadas, um zagueiro e dois atacantes. Falta meio time! Agora, anunciaram Gilmar, que só vai poder jogar daqui a 40 dias. Também contarão com o atacante Nunes, que deve ser apresentado hoje ou amanhã. Ele sabe jogar, mas sozinho não vai resolver o problema. É bom que os dirigentes não se empolguem com as duas vitórias conquistadas dentro da Ressacada. Eles precisam ser mais rápidos nas contratações.


Começou a pressão
O técnico Branco já começa a sofrer pressão para colocar em campo alguns jogadores que ainda não estrearam. O pior é que tem gente pedindo escalação de atletas que nem conhece. Até agora, o treinador alvinegro está agindo corretamente. A campanha não é ruim, mas, talvez, dê pra contestar o empate diante do Atlético-Ib, mas o empate com o Joinville é normal. Aliás, foi um baita jogo. O Figueira jogou muito bem, e Branco mostrou que joga para vencer. Agora, estão querendo que o time tenha toque de bola igual ao do ano passado. Aquela equipe foi montado por Márcio Goiano e tinha entrosamento. Com o tempo, o time atual vai chegar lá.

Nr: Breve comentário: Ao treinador Branco tolerância, muita calma, etc... ao Avaí porrada! Minha esposa tem razão quando discute comigo e diz: "Quem te disse que o Miguel é avaiano? Não pode ser!". Xô secador!!!

4 comentários:

  1. Há muito tempo digo isso. Ontem teve café, e bem forte.

    ResponderExcluir
  2. O pior de tudo é que o pessoal do Avaí lê e ouve o agourento. Entonces, se é assim, que se diga ao Ovelha para fazer tudo ao contrário do que o cara diz.
    Pra terem uma ideia, o Pirão não deveria jogar, pois não tem "nome" de jogador. Já o Rafael, quando chegou, não podia vestir a camisa do Avaí, pois era jogador desconhecido. Pode?
    Isso para não falar no "Léo Cego" e outros exemplos. É impressionante.

    ResponderExcluir
  3. Ele vive disto, fazendo show para a posteridade.....é nós dando pontinhos para a cara...O MIGUEL SÓ TEM AUDIENCIA QUANDO O AVAÍ PERDE.....e esta a linha dele, ainda mais metido no meio da gauchada....

    ResponderExcluir
  4. Esse cara sobre o golaço do Bruno contra o Ibirama, disse o seguinte:
    "Isso não é gol do Bruno, quem tem que fazer esse gol é o meia, que tem habilidade". Em seguida, ao mostrar o gol do Luiz Fernando, bem mais simples em relação ao do Bruno, ele disse o seguinte: "Olha o gol do Luiz Fernando, vê que categoria tem esse rapaz, tô falando isso desde o primeiro jogo."
    Quer dizer, fica fácil saber pra quem ele torce.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.