quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Bezerrinha em noite de Bezerrão

Paulo Henrique Bezerra teve atuação tranquila na noite de ontem. Sem invenções, sem querer aparecer, segurando os cartões, acertadamente, no primeiro tempo, e sem se envolver em polêmicas.

Foi sóbrio, tranquilo, como era seu pai ao apitar. "Seu" Tullo sempre destacava como grande virtude de José Carlos Bezerra o fato de não se envolver em bobagens dentro das partidas, como troca de empurrões entre jogadores, que normalmente terminam em expulsões tornando o jogo mais tenso.


Dizia meu pai "ele simplesmente virava as costas e fingia que não via a troca de gentilezas entre os jogadores e dava prosseguimento à partida". Se o jogo de ontem foi uma amostra do restante da temporada, creio que Bezerra será considerado o melhor do campeonato, pois os outros estão um nível abaixo.

Ah, para não ser injusto, na derrota avaiana em Chapecó José Acácio da Rocha teve também uma arbitragem muito boa, acima do que estou acostumado em relação à ele.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.