quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Emerson Nunes compõe a comissão técnica


"Emerson Nunes, ex-zagueiro do Avaí, agora faz parte da comissão técnica avaiana. O comunicado foi feito para a imprensa na tarde de hoje (15) pelo presidente João Nilson Zunino, pelo médico Dr. Luiz Fernando Funchal e pelo próprio Emerson Nunes. Emerson teve um problema cardiológico que o afastou da profissão de jogador de futebol.

Durante a coletiva o ex-zagueiro, muito emocionado, afirmou que passou por momentos difíceis, mas que contou com a força da família, dos amigos e também da diretoria do clube. “Eu ainda não estava preparado para parar, mas com a força das pessoas que estão comigo, eu consegui tomar essa decisão e, felizmente, veio a proposta do Avaí para integrar a equipe técnica”, explicou.

O ex-atleta disse que quando soube do problema muitas coisas passaram pela cabeça. “Eu queria continuar jogando, mas não podia colocar minha saúde em risco e prejudicar minha família”, lembrou. Agora Emerson Nunes, que
planeja ser técnico de futebol, será assistente técnico do treinador Mauro Ovelha. “Vou continuar trabalhando para dar alegrias ao clube e à torcida”, prometeu emocionado.

Ao lado de Emerson estava a esposa Cátia, que comoveu a todos ao ler uma carta que preparou para o marido. “Você é um vitorioso, e temos muito orgulho de você”, disse Cátia, tentando segurar as lágrimas.

ENTENDA O CASO


Em 2011 Emerson Nunes teve diagnosticada a interrupção de uma artéria do coração. Para que essa artéria voltasse ao normal, foi preciso a implantação de um “stant”. Esse caso fez com que o ex-jogador precisasse tomar uma medicação para que esse stand não viesse a causar mais problemas no futuro. Porém, essa medicação inviabiliza a prática de atividades físicas de alto rendimento.

UM PEQUENO HISTÓRICO

Emerson Pereira Nunes nasceu em Belo Horizonte em 21 de março de 1982. O jogador foi revelado pelo Cruzeiro e passou por clubes como Ipatinga, Botafogo e Nacional, de Portugal.

Emerson chegou ao Avaí em 2010 e foi campeão Catarinense com o clube naquele ano. De acordo com o site de estatísticas do futebol “ogol.com.br”, Emerson fez 30 jogos pelo Avaí, sendo 26 como titular e quatro como reserva, sendo utilizado no decorrer da partida. Emerson jogou mais de 2.200 minutos vestindo a camisa azul e branca."

NR.: O Emerson Nunes sempre que esteve em campo não se omitiu. Jogou com raça e determinação. Seu trabalho foi reconhecido e agora inicia uma nova fase em sua vida. Desejo que seja muito feliz também fora de campo. Sua experiência como atleta como também seu caráter irão contribuir muito para o grupo avaiano.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.