quinta-feira, 19 de abril de 2012

É sorteio ou indicação?

Quem pode assistir ao sorteio de arbitragem das semifinais do campeonato viu o jeito em que foram definidos os árbitros de Avaí x Chapecoense e Joinville x Figueirense.
Simples assim: uma dupla de árbitros foi escalada para cada partida. O sorteio foi feito para definir quem apitava o jogo de ida. O perdedor estava escalado automaticamente para o jogo de volta.
Como se vê, aqui não houve um sorteio como de costume. Já era sabido que Celio Amorim e Paulo Henrique Bezerra apitariam Avaí x Chapecoense, e que Ronan Marques da Rosa e Bráulio Machado estariam em JEC x Figueira, só foi definido qual das duas partidas.
Para você, isso é sorteio ou indicação?
 
*Retirado do Blog do Rodrigo
 
Nr: A imprensa, ou melhor, a RBS, vai achar tudo normal, afinal promovem o campeonato e não podem criticar a Federação. O que ocorreu na tarde de hoje foi apenas uma versão 2.0 do famoso "sorteio no chapéu", aquele da final de 1999... Será que vale à pena o esforço para se chegar à final do campeonato?

3 comentários:

  1. Ou seja, não teremos sorteio para os jogos de volta. Isso é uma vergonha e VAI CONTRA AO ESTATUTO DO TORCEDOR, que trás:

    CAPÍTULO VIII

    DA RELAÇÃO COM A ARBITRAGEM ESPORTIVA


    Art. 32. É direito do torcedor que os árbitros de cada partida sejam escolhidos mediante sorteio, dentre aqueles previamente selecionados.


    Sorteio a CADA partida! Precisamos que alguém denuncie isso.

    ResponderExcluir
  2. Afff.. aí voces tao de sacanagem né. Os sorteios SEMPRE foram assim.

    E tem outra. Desconsiderando a ruindade dos árbitros, muito mais justo selecionar os melhores para pôr no sorteio.

    Triste é jogar a culpa na arbitragem antes mesmo do jogo comecar. Os árbitros são fracos, tudo bem, mas dizer que tem favorecimento pra time A ou F é chororô anteciopado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se sempre foram feitos assim, sempre esteve errado.

      Na verdade sempre foi feito da seguinte forma. Para um jogo, escolhia-se dois árbitros e depois sorteava-se quem iria arbitrar.

      O que aconteceu agora foi a seleção de dois árbitros para as partidas entre Avaí x Chapecoense, sorteando-se apenas quem arbitraria a primeira e a segunda. Isso é indicação direta de árbitro e não sorteio.

      Aliás, isso é lei, conforme artigo 32 da Lei n. 10671 (Estatuto do Torcedor):

      Art. 32. É direito do torcedor que os árbitros de cada partida sejam escolhidos mediante sorteio, dentre aqueles previamente selecionados.

      § 1o O sorteio será realizado no mínimo quarenta e oito horas antes de cada rodada, em local e data previamente definidos.

      § 2o O sorteio será aberto ao público, garantida sua ampla divulgação.

      Excluir

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.