terça-feira, 8 de maio de 2012

União? Está no sangue avaiano e nas entranhas da Ressacada!


O time do Avaí está focado. O torcedor, é claro que está aproveitando a semana para tirar onda com os adversários, nada mais normal.

Os jogadores avaianos não entraram na onda, sabem que terão um jogo bem difícil, mas também sabem que se manterem a postura e a concentração demonstrada no primeiro jogo podem triunfar em pleno Remendão.

A tal manifestação do time das Barbies é normal. Ou vocês acham o que, que eles dariam entrevista propondo a entrega da taça ao Avaí? Que viriam a público dizer que iriam jogar sem nenhuma luta?

A imprensa conseguiu o "fato novo" que queria, estão tratando a manifestação do lado de lá como uma coisa do outro mundo. Como eu já havia adiantado, vão fazer de tudo pra motivar o time deles e a torcida.

Devemos sim respeitar o time alvirosado, mas não temê-los. Se os jogadores do Avaí tem que fugir do "ôba-ôba" também tem que fugir do "em futebol tudo é possível". Não temos que entrar com medo de ser goleados, era só o que faltava.

Vamos jogar em cima deles, como fizemos nos três clássicos, que fomos melhores, infelizmente perdemos um e empatamos o outro, mas vencemos um dos mais importantes.

Nosso time é cancheiro, com jogadores de fibra e que colocam a garra acima de tudo. Jogam pelo manto, pelo treinador, pela torcida e por suas famílias. São homens com vergonha na cara, e vão demonstrar isso mais uma vez.

Não existe um torcedor avaiano que ache que já somos campeões. Mas também não existe um avaiano que não ache que este time vai dar a vida em campo no domingo. E eles, os jogadores, podem ter certeza que a maior torcida do Estado está do lado deles, na mesma luta, e atrás do mesmo sonho: o campeonato catarinense de 2012.

Querem falar em UNIÃO? A união está na história avaiana, no nosso sangue, nas entranhas da Ressacada. A UNIÃO é característica nossa, nos momentos ruins, nos momentos de grande triunfo. O resto é jogo de cena, é jogar pra platéia, é puro marketing.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Comentários anônimos serão excluídos. Sugere-se a utilização das demais formas de identificação disponível.