Elite Social

Este espaço é dedicado a adoção de animais, campanhas de arrecadação de donativos, brechós com fins sociais, campanhas de doação de sangues e outras campanhas de cunho social.

Espero aproveitar toda a audiência do Elite Azul e Branca para ajudar todas as pessoas e instituições que precisem de qualquer tipo de auxílio. Todos os leitores do blog já devem ter notado que sou voluntário na questão dos animais mal tratados e abandonados e boa parte desta página será dedicada a auxiliar as entidades e pessoas que fazem voluntariado neste sentido.

De qualquer forma outras instituições que fazem voluntariado em outras áreas podem entrar em contato com o blog pelo e-mail social@eliteazulebranca.com.br para divulgarem suas campanhas e apelos.


Cadu!
05/09/2011




A beleza dos Cães Adotados!
02/09/2011

O que mais impressiona nas fotos abaixo, não é a beleza que eles ficaram, mas sim a mudança do olhar e expressão corporal de cada um deles! Percebam o que o amor que se dedica a um animal abandonado é retribuído com seu olhar de felicidade e gratidão eterna!

Fotos de cachorros adotados (Antes e depois) No Brasil, embora não haja uma estatística oficial, o número de animais deve ultrapassar 300 mil simplesmente “jogados fora” e abandonados à própria sorte. E, o que é pior: 85% (oitenta e cinco por cento) morrem nos primeiros 20 dias, a maioria por acidentes de trânsito, fome, ataques ou pela maldade dos seres "humanos".




É INCRÍVEL A DIFERENÇA!!! TODO ANIMAL TRATADO COM CARINHO E RESPEITO FICA SIMPLESMENTE LINDO!!! Apoie a campanha de adoção!!! Não compre, adote!!!!!!!! Não existe animal feio... existe animal mal tratado!!!! Adote um amigo!!! ADOTAR É TUDO DE BOM!!!! Faça parte dessa campanha... DIVULGUEM!!!


50 Sorrisos - Adote uma causa no Quênia
04/08/2011

Você sabia que o Quênia é um dos países mais pobres do mundo, onde 2,4 milhões de pessoas estão passando FOME?

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5262167-EI17615,00-Quenia+vai+precisar+de+maior+ajuda+contra+a+fome+diz+ONU.html

Existem jovens, que resolveram deixas as festas de lado e ir até lá para dar sua contribuição à sociedade queniana. Dentre elas, Júlia Nogara Marcon, que cursa Economia na UDESC e Relações Interncionais na Unisul e através da AIESEC (saiba mais cobre a associação clicando aqui), que "explora" os talentos dos jovens estudantes para gerar um impacto positivo na sociedade.

O relato da situação das crianças quenianas é comovente, conforme trechos do depoimento da estudante catarinense:
"[...] a minha escola é pior do que aquela das fotos. Sao 40 alunos, 6 turmas, dividos em duas salas. Eles nao tem paredes, apenas quadros que sao giz muito velhos e um banco com uma mesa de madeira. A escola nao tem professores suficientes [...]. Tem uma turma de criancas bem novinhas, de uns 3 4 anos, que fica sozinha quase o dia todo. Eles nao tem banheiro e nem comida. [...] O problema e que muitas criancas nao tem como ir pra casa comer, ou pq os pais estao no trabalho, outros pq nem pais tem. Hoje mesmo fui dar a primeira aula da tarde e uma menininha veio me dizer que o coleguinha, um menino de 15 anos com tamanho de 11 estava com fome. Querido, e orfao, a mae e o pai morreram de uma doenca e ele e sozinho, acho que vive em uma casa de orfaos na favela, entao imaginem como e. [...] A menina acabou me dizendo que fazia dois dias que ele nao comia. Ai eu interrompi a aula e sai pela favela com o menino [...] para comprar um almoco pra ele. Quando voltei pra escola, as meninas me agradeceram por ter ajudado o menininho.Mais tarde o diretor veio me agradecer de novo [...] O que mais da peninha e que apesar de tudo ele vai la pra escola, com os caderninhos todos cuidadinhos, com tudo anotadinho. [...] Outra coisa que nao tem na minha escola e livro e lapis de escrever. As criancas tem um toco de lapis cada uma e tem outras que nem isso tem, tem que esperar o amigo acabar de escrever pra elas copiarem. Mas nao e por isso que elas deixam de fazer todos os exercicios, muito pelo contrario, eu tenho que esperar todas acabarem e ainda dar um certo do lado de cada questao."
Veja alguma das fotos da ação promovida:



Clique nas imagens para ampliá-las

Mesmo de longe é possível ajudar essas crianças.

A Júlia elencou aquilo que eles precisam de imediato:
Comida: R$ 780,00
Local para guardar a comida: R$ 1.257,00 (local seguro, para evitar furtos)
Material Escolar: R$ 675,00 (incluindo livros)
Paredes e quadros negros: R$ 205,00
Uniformes: R$ 507,49
Sapatos: R$ 889

TOTAL: R$ 4.313,00 (é pouco dinheiro, e MUITO impacto)

Mas isso é só o começo...

Se cada pessoa puder com o valor de R$ 20,00, já é possível atingir o primeiro objetivo. (Precisamos de no mínimo 220 doações no valor de R$ 20,00)

As doações podem ser feitas diretamente com a Julia, entrando em contato através de seu e-mail: juliamarcon@hotmail.com ou por intermédio da próprioa AIESEC (Association Internationale des Etudiants en Sciences Economiques et Commerciales) Florianópolis:


Clique na imagem acima para maiores informações


Filhotes para adoção!
02/08/2011







VOTE NO BOCÃO DO CCZ DE FLORIPA!!!
23/04/2011

Nosso amigo Bocão do CCZ de Floripa, e uma das estrelas mais amadas da Cão Terapia, está participando de um concurso superbacanana.

Para que o Bocão saia vitorioso e a OBA ganhe 1 ano de ração para alimentar as barriguinhas do Mutirão Mata-Fome e 1 iPad para sortear e financiar atendimentos emergenciais e castrações de animais carentes, é preciso que ele seja o cãozinho mais votado.

Votar é muito fácil. É só clicar nesse link e seguir os passos:


VOTE e DIVULGUE ESTA PROMOÇÃO. Só é aceito 1 voto por computador, então para que o Bocão vença precisa de MUITOS votos.

Quem sabe nosso Bocão, além de virar pop star, consiga uma família maravilhosa e ajude a diminuir a fome de vários AUmiguinhos.

E não esqueça, neste sábado, o Bocão e os outros patudinhos do CCZ te esperam na Cão Terapia - a partir das 15h30. Se chover, será no domingo.


Scully
22/04/2011

Esta linda cadelinha de apenas 3 kg passou por maus bocados... sua antiga dona ficou senil (ACV) e seus parentes passaram a maltratá-la por considerá-la um estorvo.

Muito dócil, mas aterrorizada... ganhou o nome da protagonista da série "Arquivo X", pois sua história é um mistério...

Mesmo lotadas de animais resgatamos e hospedamos a pobrezinha... ela ficou dias na caminha sem sair para nada... fazia suas necessidades na caminha por medo... a noite ia escondidinho comer um pouquinho... depois voltava para a caminha...

Uma moça se encantou nela e a levou para casa: a SCULLY não saía do lugar. Resultado: voltou para o hotelzinho. Dias depois parou de comer e não tinha jeito de sair da caminha. Suspeitamos de cinomose. Ficou internada no soro por 5 dias na Clinicão, fizemos exame de sangue e raspagem de pele, pois lesões no pelo apareceram. Cconseguimos um lar de apoio por algum tempo para ela se recuperar e ganhar confiança. Graças a Deus não era cinomose. Vamos tentar outras terapias, como homeopatia e talvez anti-depressivos, mas antes precisamos tratar a pele e deixá-la mais nutrida.

Na última semana tive gastos com 3 cães com suspeita de cinomose dentre os 8 que estão ho$pedados. Então, peço ajuda para os gastos com a Scully, que até hoje foram de 165,00 (preço social).

Resumo dos gastos - Clinicão 3233-6464 (Santa Mônica):
5 dias de internação
exame de sangue
exame de raspagem
medicação injetável
alimento especial CANNIX

Ela ainda precisa de medicamentos, vacina, vale-castração e ração nutritiva.
Depois de tratada, ela precisará de uma família amorosa que volte a lhe dar alegria. No fundo de seus olhinhos tristes sabemos que mora o desejo de ser feliz e voltar a confiar nas pessoas.

Qualquer dúvida ou se quiserem conhecer a cadelinha, por favor me contactem: Lilian 48-9953-6594 aumigo@gmail.com.


Compre uma bicicleta e ajude um bichinho
22/04/2011

Para ajudar o Jack, cachorrinho que teve um câncer no focinho e apresentado aqui no Elite Social há alguns dias, a Mônica não mede esforços.

Além da Camisa do Avaí, ela também está vendendo uma bicicleta infantil, que é um ótimo presente para dar de Páscoa ao filho, afilhado, sobrinho. Principalmente se deixou para a última hora a compra do presente.

O preço, que será totalmente revertido ao tratamento quimioterápico de Jack, é de R$ 160,00 e pode ser adquirido diretamente com a Mônica, através do telefone: 9606-9823



Compre uma camisa e ajude um bichinho
22/04/2011

Para manter a sua constante ajuda aos cães Iago e Jack, Mônica busca recursos de todas as formas. Uma delas é vendendo produtos para reverter o dinheiro em benefício dos animais.

Desta vez, a peça vendida é a camisa da Copa do Brasil #27, do jogador Jhonny! Como recebeu de doação de uma amiga, comprando com ela há um bom desconto, visto que o é possível adquirí-la por R$ 80,00!

Para comprar é simples, basta ligar para a Mônica no telefone: 9606-9823



Procuro meu dono!
02/04/2011

Estou perdido! Fui encontrado na Rua Felipe Schimtd no dia 28 de março. No tempo que fiquei na rua, feri-me e estava muito assustado. Agora já estou mais tranquilo, pois fui ajudado por pessoas que me deram carinho e tratamento adequado. Procuro o meu Dono, pois sinto saudades. Aqui está a minha foto:


Qualquer informação sobre os meus donos você pode avisar à Carol, através do telefone 9632-8657. Muito obrigado.


Jack se recupera bem
02/04/2011


Importante ressaltar que os gastos com sua operação ainda estão pendentes. Foram gastos cerca de R$ 900,00. Para maiores informações e prestar auxílios, favor entrar em contato com a Senhora Monica, cujo telefone é (48)9606-9823 begin_of_the_skype_highlighting            (48)9606-9823      end_of_the_skype_highlighting.


A cadelinha Nina
02/04/2011

Cadela Nina
A cachorrinha Nina foi encontrada em Palhoça muito magra e debilitada. Foi recolhida pela senhora Vanessa Moura que levou-a até a Clínica Veterinária Palhoça da Doutora Dani, onde foi submetida a excelente tratamento.

Lá foi diagnosticado que a cadela Nina, que pesa 16 kg, estava com prolapso vaginal e com um tumor de sticker. Foi operada e necessita de sessões de quimioterapia. Contudo, todos esses procedimentos e medicamentos foram orçados, conforme planilha abaixo:

Cirurgia: R$ 120,00;

4 sessões de quimio a R$ 70,00 cada, total: R$ 280,00;

Hospedagem 07 dias para acompanhar a cirurgia: R$ 140,00;

Hospefagem até que seja adotada (15 dias) : R$ R$ 150,00;

Dorless V 12mg: R$ 37,00

Primociclin 100mg 10cp: R$ 23,00;

Banamine: 5mg Comp: 6,00.

A doutora Dani aceitou prontamente receber esses valores na medida em que fosse possível efetuar o pagamento, o qual a senhora Vanessa Moura não tem condições de suportar sozinha. Assim, pede a colaboração para aqueles que tiveram condições de ajudar a cadela Nina. Lembrando que essa ajuda pode ser em dinheiro ou colocando-se como adotante do animal.


Notícias sobre o JACK - 27.03.2011 (A história dele está na postagem mais abaixo)

Olá caros amigos (as),
Hje o nosso amiguinho Jack foi operado, trago boas e más notícias. A parte boa é que a cirurgia foi boa, ocorreu de maneira tranquila e segura. Começou as 14:30hs e terminou próximo das 20:00hs. Hje foi retirado o tumor do fucinho dele, foi feito uma raspagem para remover todos os carocinhos que não deveriam estar lá. O veterinário confirmou que toda a cartilagem e o osso foram corroidos pelo tumor. Nesta cirurgia não foi retirara a costela do Jack para preencher o espeço vazio do fucinho, isso será uma outra etapa. Na segunda-feira eles irão enviar um pedaço do tumor para fazer uma biopsia para saber qual é a agressividade desse tumor. O resultado vai sair só na quinta-feira, então até lá o Jack vai ter que aguardar. O veterinário estava me explicando que o resultado desse exame é super importante, pois segundo ele se o tumor for muito violento, existe a possibilidade deste tumor voltar e corroer todo o osso da costela que será implantado no fucinho. Sem esse exame ele não tem base para saber qual é o melhor caminho para tentar tratar o Jack.
Gente, faço aqui um apelo....Alguém pode ficar com o Jack até que saia o resultado desse exame e seja marcada uma nova cirurgia? Se ninguém puder ficar com ele, vou ter que deixá-lo mais tempo internado e a minha conta na clínica vai lá no céu!!!! Os R$ 450,00 para pagar essa cirurgia eu consegui arrecadar, mas daqui para frente os custos vão acumulando cada vez mais!!! Nesses R$ 450,00 não estão incluidos os dias de internação desde segunda-feira (21.03) e não está incluso também essa biopsia que irão fazer na próxima segunda, fora os medicamentos que eleestá tomando....Lembro que ele precisa de um lugar tranquilo para descançar e uma pessoa responsável para cuidar dele, não adiante apenas levar para casa e simplesmente dar água e comida. Ele precisa tomar os remédios no horário correto, então peço que se alguém tiver interesse em acolher ele por alguns dias faça isso de forma consciente e responsável. Peço desculpas pelas minhas palavras frias e seca, mas é que não posso errar com o Jack, ele confia em mim e não posso arriscar a sua saúde e integridade. Esse bichinho já sofreu tanto e não
Amanhã a tarde vou lá visitar o Jack, se alguém quizer ir junto é só me ligar que combinamos, ok? Se o veterinário permitir vou tirar fotos dele e encaminho para todos vcs amanhã a noite.
Não posso deisistir desse bichinho, ele está lutando muito para viver e se depender de mim ele vai viver!!!!!
Agradeço a todos que estão acompanhando o caso do Jack. Toda corrente positiva é muito bem vinda, ele merecer todo nosso carinho e atenção!
Um abraço a todos,
Monica
9606-9823


Jack precisa de ajuda
17/03/2011


O cãozinho Jack foi encontrado na Guarda de Cubatão, já debilitado. Recebeu tratamento, um abrigo e mesmo assim não reagia. Descobriu-se, depois, que seu problema era gravíssimo: um câncer no fucinho, que se não tratado rapidamente, espalhar-se-á para sua cabeça, levando-o ao óbito.

A Mônica, que tem cuidado do bichinho desde então, conseguiu garantir a realização da necessária cirurgia para a próxima segunda-feira, contudo terá um custo que já não pode arcar, vez que todo o tratamento até então tem sido suportado unicamente por ela.

Depois de muitos apelos à clínica veterinária, conseguiu que os procedimentos e a internações fossem realizados ao custo de R$ 450,00, que inclui a internação e a cirurgia.

Quem quiser se voluntariar para ajudar no tratamento do pobre Jack, entre em contato com Mônica Probst, cujo telefone é: 9606-9823


História de Pierre
10/03/2011

Clique na imagem para ampliá-la
Meu nome é Pierre, tenho apenas um ano de vida mas já tenho uma história para contar.

Infelizmente, não é uma história original, mas mesmo assim gostaria de conta-la para vocês.

Sou um cão grande, forte e bonito, como os da minha raça, FILA BRASILEIRO. Nasci na casa de um criador que me vendeu para alguém que me achou uma gracinha. Vivi nesta casa até crescer e me tornar um incômodo, pelo meu tamanho e pela despesa com a minha alimentação. Fui dado para alguém, que impressionado com meu porte e beleza  me levou para uma casa muito pobre. Esta família não me maltratava, porém, não tinhamos o que comer. Vivendo precariamente,  família teve que abandonar o barraco onde morava...e eu fui deixado para trás. Mesmo tendo sido abandonado senti muita falta deles e não saí de dentro da casa na esperança de que viessem me buscar. Mas não vieram. Durante a noite chorava de saudade, como sou grande, os vizinhos achavam que eu   uivava e não os deixava dormir. Duas pessoas Me ajudaram nesses momentos difíceis me levando comida e água, por isso estou gordinho e com pelo bonito.

Mas a minha história não termnou aí. A casa foi demolida e os novos donos me desalojaram.

Terminei no CCZ, em um gatil, onde mal consigo me movimentar.

Se alguém estiver interessado em me dar uma oportunidade posso fazer uma entrevista.

Aproveito e acrescento meu currículum.

Obrigado pela atenção,

Pierre

CURRÍCULUM VITAE:

Fila Brasileiro puro, macho, aproximadamente 1 ano, caramelo, manso e dócil
Me ofereço para cuidar de uma casa com terreno grande. Não tenho problemas com crianças e nem com outros cães. Sou de paz.

Garanto que com minha presença nenhum intruso entrará no pátio da casa da minha nova família.

REFERÊNCIAS:

Minha foto mostra a lealdade para com a família que me abandonou. Mesmo com a casa sendo demolida, fiquei lá. Firme.


Parque de Coqueiros: 4 cães esperam resgate
03/03/2011

Quatro cães estão abandonados no Parque de Coqueiros, o antigo saco da Lama, próximo à cabeceira da Ponte Pedro Ivo Campos, parte Continental. Seus nomes são: Demi, Bruce, Felipão e Petrúccio.

Voluntários na região fornecem alimentação, porém os animais não possuem local para abrigo da chuva e estão ameaçados por transeuntes que os querem longe daquele local.

As ajudas podem ser direcionadas à Andréa, cujo e-mail é andreacristinesiqueira@hotmail.com ou por telefone: 48- 9603-4475 begin_of_the_skype_highlighting            48- 9603-4475      end_of_the_skype_highlighting.

Confira as fotos dos bichinhos:



China pode proibir o consumo de cães e gatos
27/02/2011


O crescimento econômico da China fez com que uma nova classe emergisse do país: uma classe média influente e com poder e compra. E esse mesmo grupo talvez consiga mudar, ou pelo menos reduzir, um hábito alimentar visto com repúdio e desprezo por outros países: o consumo de carne de cachorro e gato. Desde que o tigre asiático começou a engatinhar rumo ao capitalismo, muitos costumes estão sofrendo as consequências das mudanças. Uma delas é ter um cão, por exemplo, como animal de estimação, e não como um prato a ser degustado.

Por isso, especialistas chineses em direito animal irão apresentar uma proposta proibindo o consumo de carne de cães e gatos, como parte de um projeto de lei para combater o abuso de animais.

Segundo o jornal Telegraph, se a proposta for aprovada, milhares de restaurantes e açougues que oferecem o produto fecharão as portas. E quem for pego comendo animais de estimação será multado em 5 mil Yuan, ou cerca de 1,3 mil reais, ou passará 15 dias na cadeia. Já os restaurantes que desobedecerem o projeto serão multados em 500 mil Yuan, ou aproximadamente 134 mil reais. E a polícia terá como aliado um disque denúncia.

Durante 11 anos, Chang Jiwen, membro da Academia Chinesa de Ciências Sociais e integrante de um grupo de pensadores do governo, trabalhou na legislação e encaminhou as 181 cláusulas no final de setembro, para consulta pública. Agora, Chang prepara um resumo do texto, focando principalmente na tortura em animais, para apresentar ao Congresso Nacional do Povo.

Ainda segundo reportagem do Telegraph, a carne de cachorro, conhecida no país como “carne perfumada”, é consumida há milhares de anos, inicialmente como um tônico medicinal. Já ao Norte do país, região mais fria, o ensopado preparado com a carne do animal era muito popular porque era uma maneira de “esquentar o sangue”.

A Batalha do Tigre e do Dragão


Já a carne de gato ganhou popularidade no Sul da China. Principalmente o prato “Dragon and Tiger in Battle”, ou a Batalha do Dragão e do Tigre, que nada mais é do que uma sopa de gato e cobra. A iguaria é tão consumida na cidade de Guangzhou que muitos restaurantes tiveram que ‘importar’ felinos de outras províncias. Se por um lado, restaurantes e açougues que comercializam carnes de gato e cachorro estão preocupados com o projeto de lei, locais que vendem ração, e principalmente os pet shops, esperam ansiosos pela aprovação, já que é grande e crescente o número de chineses que têm pets e adoram mimar os bichinhos.

Tanto que eles costumam criar petições online contra esses estabelecimentos, atraindo milhares de assinaturas. E enquanto essa mesma classe média realiza protestos com regularidade, em frente aos locais que vendem ou consumem esses produtos, funcionários públicos chegam a oferecer cães para o abate, com o objetivo de livrar algumas cidades da raiva.

Ainda não se sabe quando a lei será aprovada, mas tudo indica que todo o processo levará anos. Xin Chunying, vice-diretor de Assuntos Legislativos da Comissão do Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo, já manifestou dúvidas da necessidade de novas leis para os animais.

Restaurantes Coreanos

Em novembro de 2009, um casal foi detido por manter um abatedouro ilegal em Suzano, na Grande São Paulo. Eles forneciam carne de cachorro a restaurantes coreanos da capital paulista. O caso chocou pela crueldade com que os animais eram mortos, supostamente com um machado.

Extraído de: http://farmavett.blogspot.com





Filhotes de gatos necessitam ajuda
23/02/2011

Foram resgatados 14 gatinhos com apenas 25 dias, que necessitam de amplos cuidados para sobreviver. Por sua tenra idade indispensável é o auxílio para a alimentação básica, sendo necessário voluntários para recebê-los em suas casas como lares provisórios lpor 10 dias para que possam após habitar um lar em definitivo.

Para esse auxílio e outros, favor contatar a COOBEA - Coordenadoria do Bem-Estar Animal - através dos telefones: (48) 3237-6890 begin_of_the_skype_highlighting            (48) 3237-6890      end_of_the_skype_highlighting; (48) 3234-5677 begin_of_the_skype_highlighting            (48) 3234-5677      end_of_the_skype_highlighting ou diretamente em sua sede que fica ao lado do cemitério do Itacorubi, exatamente em frente à Loja Cassol.

Segue as fotos dos pequenos gatinhos resgatados:






Ressarcimento de gastos decorrentes do tratamento de animais resgatados é direito do protetor

09 de fevereiro de 2011

Elisabete de Mello

Considerando a Constituição Federal, Art, 225, § 1º, inciso VII, Lei Ordinária Federal nº 9.605, 12 de fevereiro de 1998, Artigos 32 e 79, Lei Ordinária Federal nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002, Artigo 186, Código Penal que deve ser aplicado subsidiariamente, Arts. 4º, 6º, 13, 69 a 71, 135 e 136, os protetores independentes e as associações que atuam em defesa dos animais têm o direito de ressarcimento de todo e qualquer gasto decorrente com tratamento médico – veterinário, medicamentos e outras despesas de transportes, et cetera e tal.
Recomendo que se solicite aos médicos-veterinários o recibo de pagamento dos préstimos e dos demais gastos com medicamentos, notas fiscais em farmácias, bem como outras formas de comprovação de que o animal esteve aos seus cuidados  (dano material).

O dano moral também se faz presente e está representado pelos esforços dos ativistas ao se exporem publicamente buscando doações em espécie monetária da população em geral para ajuda no custo do tratamento médico, além dos transtornos psíquicos e emocionais que decorrem da situação a que sujeitos os animais e os seus tutores, quando é o Estado que tem o dever de propiciar o socorro e arcar com o ônus decorrente.

Neste caso, cópias de mensagens eletrônicas enviadas aos grupos de proteção animal terão força probatória.

Portanto, é perfeitamente cabível a propositura de ação de cobrança e/ou indenizatória contra o Município, Estado e União Federal, pois, todos os entes da Federação têm o dever de disponibilizar formas que possibilitem o imediato socorro da espécie ameaçada ou em risco (Art. 225, da CF).

De se orientar, então, que os ativistas que buscam por socorro no Grupo Em Defesa dos Animais ou nos demais que inscritos para obterem ajuda no custeio dos respectivos tratamentos que, paralelamente, procurem o defensor público da sua cidade ou profissional de sua confiança para mais informações.

A ação popular também pode ser proposta pelo próprio ativista ou associação em defesa dos animais para o fim de se determinar que os entes da Federação (Município, Estado e União) viabilizem o imediato atendimento médico-veterinário, bem como disponibilizem formas de amparo do animal em sofrimento e em risco.






Olá, amigos!
Encontrei esse filhote (acima) abandonado em Canasvieiras, hoje à tarde (na verdade desde ontem que ele estava chorando muito, perambulando pelas ruas, debaixo de chuva). Agora ele está bem limpinho,  cheirosinho e dormindo como um anjo, na sacada aqui do meu apto.
Infelizmente não tenho como ficar com esse animal, pois o meu poodle não aceita outro cãozinho no territorio dele. Também, aqui no prédio é impossível. 
ESSE ANIMAL PRECISA DE UM LAR COM A MÁXIMA URGENCIA. Me ajudem a encontrar alguém que possa adota-lo, eu não tenho como manter ele aqui no meu apê. Ele é bem tranquilo. É macho, já tem dentinhos. Obrigada, conto com sua ajuda.

Rai - meus telefones: 9966-2333  3209-3527


Conheça o significado de "lar de apoio.
Ser Lar de Apoio significa abrigar e cuidar de um cão ou um gato até que ele seja adotado.
E nem precisa ser numa casinha como as das fotos ao lado, hehehe. 
Se você lidar com um(a) protetor(a) consciente e correto(a), ele(a) te entregará o animal limpo e sem pulgas/carrapatos e fornecerá alimentação adequada durante todo o período em que ele estiver em sob seus cuidados. Assumirá tratamento veterinário, se necessário, e também te entregará um enxoval para que o animal fique bem: cobertores, casinha (se for o caso), coleira com placa de identificação, potes de água e comida, remédios que sejam necessários etc.
Clique aqui e leia o artigo na íntegra